Temor de Deus

 

TEMOR DE DEUS
 
 
Nos dias em que vivemos, a verdadeira diferença entre um filho de Deus para um bom religioso se resume no temor que este homem possui de Deus. Porém, hoje em dia, o verdadeiro temor de Deus é muito confundido com alguns rituais religiosos, cacoetes e “santarrices” que vimos no meio do povo de Deus.
 
A nossa idéia nesta obra é trazer uma luz sobre um assunto que é delineado em toda a Bíblia, principalmente no livro de Provérbios.
 
1 - Conceito de Temor a Deus Temor (segundo o dicionário eletrônico Michaelis) (ô) s. m. 1. Ato ou efeito de temer; medo, susto. 2. Sentimento de respeito ou reverência. 3. Pessoa ou coisa que causa medo. 4. Pontualidade. 5. Escrúpulo, zelo.
 
O verdadeiro significado bíblico do termo é um pouco diferente do dicionário. Na verdade a expressão temor de Deus pelo ensino bíblico, além de medo e assombro, traz também consigo a idéia de “reverência” a Deus, ou seja, saber que há alguém sobre a nossa vida. O conhecimento do temor está intimamente ligado ao conhecimento de autoridade espiritual.
 
Na bíblia há várias promessas para as pessoas que temem a Deus, mas a principal está registrada no Salmo 25:14, que diz que o temor de Deus nos traz intimidade com ele.
 
“O segredo do SENHOR é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança.” Salmo 25:14
 
2 - Como adquirimos o temor de Deus nas nossas vidas?
 
» PROVÉRBIOS 2
1 FILHO meu, se aceitares as minhas palavras, e esconderes contigo os meus mandamentos,
2 Para fazeres o teu ouvido atento à sabedoria; e inclinares o teu coração ao entendimento;
3 Se clamares por conhecimento, e por inteligência alçares a tua voz,
4 Se como a prata a buscares e como a tesouros escondidos a procurares,
5 Então entenderás o temor do SENHOR, e acharás o conhecimento de Deus.
 
O temor de Deus é pré-requisito para a santidade e um relacionamento íntimo com Deus. O nosso desejo de ter um relacionamento vivo e verdadeiro com Deus deve ser maior que qualquer outra coisa. Deus deseja que clamemos por ele em oração (v. 3), atentamos a sua palavra (v.2), inclinarmos nossas emoções a Deus. Como qualquer tesouro, o temor de Deus deve ser escondido (v. 1), a fim de que ninguém nos tome ele.
 
Quando tememos a Deus nos sentimos fracos, incapazes na sua presença, descobrimos que o limite humano não é suficiente, carecemos dEle, e sem Ele não conseguimos fazer nada (João 15:5).
 
“Vinde, meninos, ouvi-me; eu vos ensinarei o temor do SENHOR.” Salmo 34:11.
 
Um pré-requisito para um verdadeiro aprendizado do temor a Deus é o estado espiritual do cristão, ele deve ser como um menino, uma criança é receptiva ao que aprende de Deus, este estado de menino é um estado humilde, onde o cristão naturalmente se humilha na presença de Deus para receber dele algo. (Mateus 11:25; Mateus 18:3; Mateus 5:3).
 
“E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.” Mateus 10:28.
 
“Mas contigo está o perdão, para que sejas temido.” Salmos 130:4.
 
O perdão está nas mãos de Deus para nós o temamos, muitos cristãos acham que Deus tem obrigação de perdoá-los, mas na verdade, o perdão de Deus é um ato de misericórdia, por isso, o verdadeiro cristão que possui o temor do Senhor o teme e não abusa da graça de Deus para viver um estilo de vida no pecado.
 
3 –Deus Exige o Temor ao seu Nome “Agora, pois, ó Israel, que é que o SENHOR teu Deus pede de ti, senão que temas o SENHOR teu Deus, que Andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao SENHOR teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma,” Deuteronômio 10:12.
 
 4 - Conseqüências do Temor de Deus na Vida de um Cristão
 
4.1 - Nos Afasta do Pecado
“E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência.” Jó 28:28.
 
4.2 - Aperfeiçoa dor da Nossa Santidade
“ORA, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.” II Coríntios 7:1.
 
4.3 - Nos traz a compreensão da Presença de Deus em Todos os Momentos
 
Como está no Salmo 139 o temor do Senhor nos faz compreender que ele está conosco todo o tempo e está vendo tudo o que fazemos. Dele não podemos nos esconder.
 
4.4 - O Temor do Senhor traz o Consolo do Espírito Santo
“Assim, pois, as igrejas em toda a Judéia, e Galiléia e Samaria tinham paz, e eram edificadas; e se multiplicavam, andando no temor do Senhor e consolação do Espírito Santo.” Atos 9:31.
 
4.5 - Quem tem o temor de Deus O reconhece como autoridade acima de si
“Mas os primeiros governadores, que foram antes de mim, oprimiram o povo, e tomaram-lhe pão e vinho e, além disso, quarenta siclos de prata, como também os seus servos dominavam sobre o povo; porém eu assim não fiz, por causa do temor de Deus.” Neemias 5:15.
 
4.6 - Quem tem o temor de Deus tem boa vontade em obedecê-lo
Provérbios 14:9 “Os insensatos zombam do pecado, mas entre os retos há boa vontade.”
 
5 - Promessas aos que Temem a Deus
 
5.1 - Vida Longa
“O temor do SENHOR aumenta os dias, mas os perversos terão os anos da vida abreviados.” Provérbios 10:27.
 
5.2 - Libertação do Mal, Vida Abundante e Satisfação Pessoal
“O temor do SENHOR encaminha para a vida; aquele que o tem ficará satisfeito, e não o visitará mal nenhum.” Provérbios 19:23.
 
5.3 - Riquezas, Honra e Vida
“O galardão da humildade e o temor do SENHOR são riquezas, honra e vida.” Provérbios 22:4.
 
5.4 – Intimidade com Deus
“O segredo do SENHOR é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança.” Salmo 25:14.
 
6 - Temor de Deus nos Incrédulos
"Não há temor de Deus diante de seus olhos.” Romanos 3:18.
 
“O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.” Provérbios 1:7
 
Quem teme a Deus dá muito mais valor a o que Deus diz (II Timóteo 3:4 “Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,”).
 
Um incrédulo sempre teme mais as circunstâncias da vida do que o próprio Deus. Sempre valoriza mais o que o homem diz em detrimento a Deus. Não convém esta atitude aos cristãos.
 
7 - Porções Seletas da Bíblia Sobre o Tema
“E deu-lhes ordem, dizendo: Assim fazei no temor do SENHOR, com fidelidade, e com coração íntegro.” II Crônicas 19:9.
 
“Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus.” Efésios 5:21.
 
“Ninguém, pois, engane ao seu próximo; mas terás temor do teu Deus; porque eu sou o SENHOR vosso Deus.” Levítico 25:17.
 
“O temor do SENHOR é limpo, e permanece eternamente; os juízos do SENHOR são verdadeiros e justos juntamente.” Salmos 19:9.
 
“Ensina-me, SENHOR, o teu caminho, e andarei na tua verdade; une o meu coração ao temor do teu nome.” Salmo 86:11.
 
“O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre.” Salmo 111:10.
 
“O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio.” Provérbios 8:13.
 
“O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência.” Provérbios 9:10.
 
“No temor do SENHOR há firme confiança e ele será um refúgio para seus filhos.” Provérbios 14:26
 
“O temor do SENHOR é fonte de vida, para desviar dos laços da morte.” Provérbios 14:27
 
“Pela misericórdia e verdade a iniqüidade é perdoada, e pelo temor do SENHOR os homens se desviam do pecado.” (Provérbios 16:6)
 
"E haverá estabilidade nos teus tempos, abundância de salvação, sabedoria e conhecimento; e o temor do SENHOR será o seu tesouro." (Isaías 33:6)
 
“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” (Eclesiastes 12:13-14)
 

Número de visualizações 47088

arrow_upward
Pedido de Oração