Examinais as Escrituras, Porque Vós Cuidais Ter Nelas a Vida Eterna

 

 
 
EXAMINAIS AS ESCRITURAS
 
 
"Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam." (João 5:39)
 
Por sua humilhação voluntária, CRISTO foi glorificado pelo Pai e feito o tema maior das Escrituras.
 
"E falando eles destas coisas, o mesmo Jesus se apresentou no meio deles, e disse-lhes: Paz seja convosco. E eles, espantados e atemorizados, pensavam que viam algum espírito. E ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que sobem tais pensamentos aos vossos corações?

Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho. E, dizendo isto, mostrou-lhes as mãos e os pés.  E, não o crendo eles ainda por causa da alegria, e estando maravilhados, disse-lhes: Tendes aqui alguma coisa que comer?

Então eles apresentaram-lhe parte de um peixe assado, e um favo de mel; o que ele tomou, e comeu diante deles. E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.

Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos, e em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém." (Lucas 24:36-47)

 
A BÍBLIA ESTA REPLETA DE JESUS 
 
Toda a profecia O tem como tema. As Escrituras nos fornecem a linha da ascendência do Messias. Ele ha- via de ser a semente da mulher, da raça de Sem, da linhagem de Abraão, por meio de Isaque e Jacó, da tribo de Judá e da família de Davi.
 
As Escrituras registram eventos futuros relacionados à Sua pessoa e ministério terreno. Desde o lugar do seu nascimento até a sua segunda vinda e seu reino, tudo foi predito em termos inequívocos, do Gênesis ao Apocalipse.
 
I. CRISTO, DO GÊNESIS AO APOCALIPSE
 
Estudiosos da Bíblia têm calculado que mais de trezentos detalhes proféticos foram cumpridos em CRISTO. Aqueles que ainda não foram cumpridos referem-se à sua segunda vinda e ao seu reino, ainda futuros.
 
1. CRISTO no Pentateuco. O Pentateuco compreende os primeiros cinco livros da Bíblia, escrito por Moisés. Eles falam de CRISTO como o descendente da mulher, o nosso Cordeiro Pascal, o nosso Sacrifício pelo pecado, aquele que foi levantado para nossa cura e redenção, e o Verdadeiro Profeta.
 
2. CRISTO nos livros históricos. Os livros históricos agrupam os livros da Bíblia que vão desde Josué até o livro de Ester. Da dramaticidade dos seus relatos, sobressai a figura singular do Salvador como o Capitão da nossa salvação, o nosso Juiz e Libertador, o nosso Parente Resgatador, o nosso Rei Soberano, o Restaurador de nossas vidas, e a divina corte de apelação das causas perdidas.
 
3. CRISTO nos livros poéticos. O conjunto de livros que forma a seção dos livros poéticos compreende os livros de Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares. Na Bíblia eles se irmanam na exaltação do Senhor JESUS CRISTO como o nosso Redentor que vive, o nosso socorro e Alegria, a Sabedoria de DEUS só achada pêlos diligentes madrugadores, o Alvo Verdadeiro, e o Amado da nossa alma.
 
4. CRISTO nos livros proféticos. Os livros proféticos do Antigo Testamento são os livros compreendi- dos desde Isaías até Malaquias. Neles o espírito profético vaticina a humanização, humilhação e glorificação do Messias de DEUS. Eles o apresentam como o Messias que há de vir, o Renovo da Justiça, o Filho do homem, o Soberano de toda a terra cujo trono jamais será removido, o Marido fiel, o restaurador benevolente, o Divino Lavrador, o nosso Salvador imutável, a nossa Ressurreição e Vida, a Testemunha fiel contra as nações rebeldes, a nossa Fortaleza no dia da angústia, o DEUS da nossa salvação, o Senhor Zeloso, o Desejado de todas as nações, o Pastor ferido, o Sol da Justiça.
 
5. CRISTO no Novo Testamento. O CRISTO vaticinado no Antigo Testamento encontra nos escritos do Novo Testamento a Sua maior expressão. Este o apresenta como o Messias manifesto, o Servo de DEUS, o Filho do homem, o Filho de DEUS, o Senhor redivivo, a divina causa da nossa justificação, o Senhor nosso, a nossa Suficiência, o nosso Libertador do jugo da lei, o nosso Tudo em todas as coisas, a nossa Alegria e Gozo, a nossa Vida, Aquele que há de vir, o Senhor que vai voltar, o nosso Mestre, o nosso Exemplo, o nosso Modelo, o nosso Senhor e Mestre, o nosso Intercessor junto ao trono do Pai, a Preciosa Pe- dra Angular da nossa fé, a nossa Força, a nossa Vida, o nosso Caminho, Aquele que há de vir com milhares dos seus santos e anjos, e o Triunfante Rei dos reis e Senhor dos senhores.
 
II. JESUS APROVOU A BÍBLIA
 
Muitas pessoas sabem quem é JESUS; crêem que Ele fez milagres; crêem em Sua ressurreição e ascensão, mas não crêem na Bíblia. Essas pessoas deveriam saber que:
 
1. JESUS leu a Bíblia. "E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler. E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito: O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres, enviou- me a curar os quebrantados do coração, a apregoar liberdade aos cativos, e dar vista aos cegos; a por em liberdade os oprimidos; a anunciar o ano aceitável do Senhor. E, cerrando o livro, e tomando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta escritura em vossos ouvidos." (Lucas 4:16-21)
 
2. JESUS ensinou a Bíblia. "E ele lhes disse: ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram! Porventura não convinha que o CRISTO padecesse estas coisas e entrasse na sua glória? E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras." (Lucas 24:25-27)
 
3. JESUS chamou a Bíblia de "A Palavra de DEUS". "Porém vós dizeis: Se um homem disser ao pai ou à mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor; nada mais lhe deixais fazer por seu pai ou por sua mãe, invalidando assim a palavra de DEUS pela vossa tradição, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas." (Marcos 7:11-13)
 
4. JESUS cumpriu a Bíblia. "E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas, e nos Salmos." (Lucas 24:44)
 
A referência de Lucas cap 24 verso 44 é muito importante, porque aí JESUS põe sua aprovação em todas as Escrituras do Antigo Testamento, A Bíblia de seus dias: Lei, Profetas e Salmos eram as três divisões da Bíblia nos dias em que o Novo Testamento ainda estava sendo formado.
 
JESUS também afirmou que as Escrituras são a verdade - "Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade." (João 17:17)
 
Ele viveu e procedeu de acordo com elas - "E, tomando consigo os doze, disse-lhes: Eis que subimos a Jerusalém, e se cumprirá no Filho do homem tudo o que pelos profetas foi escrito." (Lucas 18:31)
 
Declarou que o escritor Davi falou pelo ESPÍRITO SANTO - "E, falando Jesus, dizia, ensinando no templo: Como dizem os escribas que o Cristo é filho de Davi? O próprio Davi disse pelo Espírito Santo: O Senhor disse ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita Até que eu ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés." (Marcos 12:35-36) 
 
No deserto, ao derrotar o inimigo, fê-lo citando a Palavra de DEUS - "ENTÃO foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; e, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus." (Mateus 4:1-4)
 
"E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do SENHOR viverá o homem." (Deuteronômio 8:3)
 
"Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra. Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus." (Mateus 4:5-7)
 
"Não tentareis o SENHOR vosso Deus, como o tentastes em Massá." (Deuteronômio 6:16)
 
"Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás." (Mateus 4:8-10)
 
"O SENHOR teu Deus temerás e a ele servirás, e pelo seu nome jurarás." (Deuteronômio 6:13)
 
 

 

Número de visualizações 4192

arrow_upward
Pedido de Oração