O Importante Para Você é o Que Deus Diz

 

O IMPORTANTE PARA VOCÊ É O QUE DEUS DIZ

 

"Portanto, não desanimamos, mas se o nosso homem exterior se corrompe, o interior (HOMEM INTERIOR) se renova dia a dia” (2 Coríntios 4:16).

Deus trata conosco em nosso espírito - no ÍNTIMO - no “HOMEM INTERIOR” - onde habita o Espírito Santo.Há pessoas que assim se queixam: 

- "Mas irmão, eu me sinto desta e daquela maneira..." - Não é importante como você se sente; o importante para você é o que Deus diz.

É isto que, de certo modo, a “voz” do Espírito Santo se faz “sentir” em nosso íntimo, mas a vida espiritual é vivida através da “aceitação” da Verdade e jamais através dos impulsos e sentimentos da alma.

E quando dizemos “aceitação”, é preciso entender que isso implica em comportarmo-nos de acordo com o que Deus diz, e jamais segundo aquilo que vemos ou sentimos:

"Temos, portanto, sempre bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos presentes no corpo, estamos ausentes do Senhor (porque andamos por fé, e não por vista" (2 Coríntios 5:6-7).

A EXPRESSÃO `PELO QUE VEMOS´ - no versículo acima significa pelas aparências, isto é, por aquilo que se vê ou se sente. O apóstolo Judas se refere às pessoas que se deixam levar por aquilo que sentem, como sensuais.

“Que diziam: No último tempo, haverá escarnecedores que seguirão seus próprios desejos ímpios. São estes os que causam divisões, os que são sensuais e não têm o Espírito” (Judas 18 e 19)

É muito importante essa observação, pois ela mostra a diferença entre o homem espiritual e o homem religioso (natural), ou seja, aquele que “não tem o Espírito”.

Veja o que diz o apóstolo Paulo sobre o homem espiritual:

“O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu” (1 Coríntios 15:47).

Sabemos que primeiramente nascemos “terrenos”, homens naturais, guiados pelo que vemos e sentimos.

Mas, quando “nascemos de novo em Cristo Jesus”, “Mas, a todos quanto o receberam, aos que crêem em seu nome, deu-lhes o direito de serem feitos filhos de Deus” (João 1:12).

Tornamo-nos “nova criação”: “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas  já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Coríntios 5:17).

Nascemos homens espirituais - “homens do céu”, que vivem pela fé, segundo a Palavra de Deus, sem referência alguma às circunstâncias.

Agora, observe: o homem natural, sensual, terreno é levado pelo que sente e vê, pois ele vive na ALMA. O homem espiritual, porém, procede segundo a fé, de acordo com o que DEUS diz, e basta!.

“Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial. (1 Coríntios 15:48-49)

'E COMO PODEMOS 'TRAZER A IMAGEM DO HOMEM CELESTIAL'?

“Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor” (2 Coríntios 3:18)

Está vendo o que acontece quando você dedica parte de seu tempo a orar, louvar e adorar, como também quando você medita na Palavra? Você vai se transformando “na imagem de Cristo”, ou seja, você fica cada vez mais semelhante a Ele.

O referencial (padrão) de sua vida é a Verdade de Deus, e pronto!

"Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo." (2 Pedro 1:3-4)

Você pode ver então que Deus tem feito tudo para que você e eu vivamos EM TERMOS CELESTIAIS - e mesmo aqui na terra “tornemo-nos co-participantes da natureza divina”.

Se você entender isso, você chegará a compreender como o apóstolo Paulo teve condições para dizer:
“Em tudo somos afligidos, mas não angustiados, confusos, mas não desesperados.
Perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos. Trazendo sempre no corpo o morrer de Jesus, para que A VIDA DE JESUS SE MANIFESTE EM NOSSO CORPO.

Pois nós, os que vivemos, estamos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que EM NOSSA CARNE MORTAL SE MANIFESTE A VIDA DE JESUS” (2 Coríntios 4:8-11)

Se você realmente desenvolver a vida no espírito (sem se importar com a área da alma), você também dirá exatamente isso - você viverá na mesma vitória. A vida ESPIRITUAL não é algo que precisa ser “exibido” publicamente com grande estardalhaço, é algo que deve ser ”VIVIDO”. A vida espiritual se MANIFESTA por ser a “imagem do celestial” - da natureza divina EM NÓS.

'Iniciamos novamente a recomendarmos a nós mesmos? Ou precisamos, como alguns, de cartas de apresentação para vós, ou de vós?

Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens.
Sendo manifestos como cartas de Cristo ministrada por nós, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo; não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne do coração.

É por meio de Cristo que temos tal confiança em Deus' (2 Coríntios 3:1-4)

'Vós, porém, sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz' (1 Pedro 2:9)

Observe atentamente as palavras “manifestar-se” e “proclamar”. Quando você vive no espírito (na vida espiritual), sem se deixar afetar pelas adversidades e circunstâncias, a Vida de Cristo que está em você SE MANIFESTA e Ela Mesma SE PROCLAMARÁ em alto e bom tom.

A pessoa espiritual não precisa falar com ninguém quais as suas práticas, pois o “rio do Espírito” flui naturalmente através dela. O que o mundo de hoje precisa não é de novas regras e normas (práticas) religiosas, mas de Vidas poderosas em Deus para “destruir fortalezas” e isso, uma vida apenas religiosa jamais conseguirá.

CRESCEMOS POUCO A POUCO - A vida espiritual se desenvolve através da submissão diária à Palavra de Deus , e a vitória pessoal que ela proporciona é algo simplesmente inexplicável.

Mas você tem de entender que é um processo gradual, não se desenvolve de uma só vez. Há três coisas de suma importância para que uma vida realmente espiritual se desenvolva em você: PERSEVERANÇA - PACIÊNCIA - DILIGÊNCIA

PRIMEIRO: Você precisa de PERSEVERANÇA na prática da Verdade de Deus

'Meus irmãos, tende por motivo de grande alegria o fato de passardes por diversas provações, sabendo que a prova da vossa fé produz perseverança.

Ora, a perseverança deve ter ação completa, a fim de que sejais maduros e íntegros, não tendo falta em nada' (Tiago 1:2-4)

A palavra “perseverança” quer dizer “em direção ao forte”, ou “tornando-se cada vez mais forte”.

A constância da fé, como teve Abraão “esperando contra a esperança... sem enfraquecer” (Romanos 4:18-19) é marca de vida espiritual e constrói o verdadeiro caráter cristão.

E COMO POSSO TER PERSEVERANÇA?  Não vacilando na adversidade.
'Não somente isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, pois sabemos que a tribulação produz perseverança' (Romanos 5:3)

Perseverar quer dizer CONTINUAR na Verdade de Deus, sem se importar com as circunstâncias.
O importante é o que Deus diz. O que Deus diz está dito.

SEGUNDO: É preciso desenvolver a PACIÊNCIA - (Tiago 5:7-11)

A palavra PACIÊNCIA quer dizer “continuar, habitar debaixo de algo” (submeter-se à Palavra de Deus, nesse caso).

Jesus disse:
'É pela perseverança que ganhareis a valma' (Lucas 21:19)

TERCEIRO: Cultive, o máximo possível, a DILIGÊNCIA.

Precisamos ser diligentes (atentos, aplicados) ao que o Espírito Santo fala em nosso íntimo.

'Por isso mesmo, vós, fazendo todo empenho, acrescentai à fé a virtude; à virtude o conhecimento;
Ao conhecimento o domínio próprio; ao domínio próprio a perseverança; à perseverança a piedade;
A piedade a fraternidade; à fratenirdade o amor (2 Pedro 1:5-7)

A diligência em SEGUIR na Verdade levará a ter FÉ, e ainda, VIRTUDE, CONHECIMENTO, DOMÍNIO PRÓPRIO, PERSEVERANÇA, PIEDADE, FRATERNIDADE, e AMOR.

Lembra-se da parábola da dracma perdida e de como o Senhor Jesus descreveu a procura da mulher? Acontece o mesmo em relação à vida espiritual, pois só se começa a ter uma Vida Espiritual e viver no Reino de Deus, procurando-a “diligentemente até encontrá-la” (Lucas 15:8). O que devemos “associar a nossa fé” são as “preciosidades” da vida espiritual, que são evidências do verdadeiro caráter do homem de Deus.

Tenha todo cuidado para não cair na religiosidade! Seja PERSEVERANTE na tribulação, PACIENTE (firme) na fé, e DILIGENTE na submissão á Palavra de Deus . É isso que é ter vida ESPIRITUAL.

 

arrow_upward
Pedido de Oração