A Necessidade de um Intercessor

 

A NECESSIDADE DE UM INTERCESSOR

 

"Sobre os teus muros, ó Jerusalém, pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; vós os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis, nem deis a Ele descanso até que restabeleça Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra." (Isaías 62:6)

"Viu que não havia ajudador algum, e maravilhou-se de que não houvesse intercessor; pelo que o seu próprio braço lhe trouxe a Salvação, e a sua própria justiça o susteve." (Isaías 59:16)

"Olhei, e não havia quem me ajudasse, e admirei-me de não haver quem me sustivesse; pelo que meu próprio braço me trouxe a salvação..." (Isaías 63:5)

"Já não há ninguém que invoque o teu nome, que se desperte, e te detenha..." (Isaías 64:7)

"Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim a favor desta terra, para que eu não a destruisse, mas a ninguém achei." (Ezequiel 22:30)

Os textos deixam claro que Deus não age na terra a não ser como resultado da intercessão. Qual a razão?

"Os céus são do Senhor, mas a terra Ele a deu aos filhos dos homens." (Salmos 115:16)

DEUS NÃO VIOLA JAMAIS A SUA PALAVRA

Ele respeita a criatura que fez, e as escolhas que o homem faz. Deus fez o homem semelhante a Ele, com capacidade de escolha, e o respeita como tal.

DEUS interfere na vida do homem a seu próprio pedido. Ele tem falado pela boca dos que estão em aliança com Ele, revelando qual é o seu desejo para a vida dos homens.

O Espírito em nós também revela o que está em Seu coração em relação à igreja e ao mundo.

Mas como Ele deu a terra aos homens, para que a governasse em perfeita harmonia com seus propósitos e Palavra.

ELE ESPERA O AMÉM DOS HOMENS À PALAVRA REVELADA E O PEDIDO DE INTERVENÇÃO

A Palavra profética revela sua vontade, mas é nossa intercessão que gera a manifestação da promessa.

Deus limitou sua ação na vida dos homens quando lhe deu o livre arbítrio e lhe entregou a terra, para que tivesse domínio sobre ela.

Qual o limite?

O LIMITE DA VONTADE DO HOMEM

Teremos tanto dos tesouros de sua graça quanto quisermos. Em Cristo o céu nos está escancarado. Por quê? Porque Jesus se tornou filho do homem e colocou-se na brecha a favor dos homens.

A intercessão de um homem só, pode afetar uma nação!

"E busquei dentre eles um homem que levantasse o muro, e se pusesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; porém a ninguém achei. Por isso eu derramei sobre eles a minha indignação; com o fogo do meu furor os consumi; fiz que o seu caminho lhes recaísse sobre a cabeça, diz o Senhor Deus." (Ezequiel 22:30-31)

Se não fora a intercessão de Moisés, e Israel teria sido totalmente destruído. Se não fora a intercessão de Daniel, o povo não teria regressado da Babilônia.

Nascemos como filhos de Deus pela intercessão e crescemos por meio dela. Tudo quanto alcançamos no reino do Espírito é pela intercessão feita por nós ou por outros.

A revelação de Deus desce do céu como resultado da súplica do homem à Deus. Daniel se entregou à oração e , como resultado pôde ouvir a confissão de que no principio de sua súplicas o anjo foi enviado para trazer-lhe a revelação:

"No princípio de tuas súplicas, a resposta foi dada, e eu vim para declará-la para ti; porque es muito estimado..." (Daniel 9:23)

"... Porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim." (Daniel 10:12)

Para anunciar o que haveria de ser em dias que estavam por vir e dos quais estamos bem pertos.

As profecias se cumprem como resultado da intercessão. Até a vinda do Messias aconteceu no meio das intercessões. Disso se ocupava Ana por muitos anos, até que seus olhos viram a manifestação da promessa dos dias antigos e seus olhos contemplaram a redenção de Israel:

"Havia uma profetiza, Ana... Nunca deixava o templo, mas adorava noite e dia em jejuns e orações. Chegando ali naquela mesma hora, deu graças a Deus e falava a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém." (Lucas 2:36-38)

O intercessor vê o cumprimento da promessa.

 

Número de visualizações 302

arrow_upward
Pedido de Oração