A Verdade Vos Libertar√°

 

A VERDADE VOS LIBERTAR√Ā

 

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertar√°." (Jo√£o 8:32)

O conceito da "VERDADE" vem desafiando a humanidade por milhares de anos. Fil√≥sofos da antiga Gr√©cia debatiam a natureza da verdade. Eles discutiam se ela era real e absoluta, ou relativa e ilus√≥ria. Suas d√ļvidas podem ter sido refletidas numa quest√£o de Pilatos:

"... Que é a verdade? ..." (João 18:38)
 
Hoje, a mesma pergunta surge continuamente em v√°rias situa√ß√Ķes. √Č de vital import√Ęncia que achamos a resposta para esta pergunta na √°rea de religi√£o.

O QUE √Č VERDADEIRO? POSSO CONHECER A VERDADE?

Para ajudar-nos a responder a estas quest√Ķes, vamos focalizar nossa aten√ß√£o em um vers√≠culo do ensinamento de Jesus. Em Jo√£o cap 8 verso 32, ele disse:

"E conhecereis a verdade e a verdade vos libertar√°."
 
A VERDADE
 
Os humanos podem andar em d√ļvida e incerteza, mas Jesus √© inequ√≠voco. Ele fala sobre a verdade como algo exato e objetivo. Em outra parte ele nos fala que a verdade √© a palavra de Deus revelada. Quando ele falou com seu Pai (Jo√£o 17:17), ele disse: "Tua palavra √© a verdade".

Quando Jesus falou sobre a verdade, ele não estava falando sobre uma vaga abstração resultante de um intenso pensamento humano, meditação, lógica ou de um debate. Ele não definiu a verdade em termos subjetivos como uma coisa qualquer que as pessoas escolheriam acreditar.

JESUS DEFINIU A VERDADE COMO UM FATO REVELADO E ETERNO!

A palavra de Deus é verdadeira independentemente do fato de eu concordar com isso, de eu aceitar e obedecer, ou rejeitar e contestar.
 

Outros que escreveram o Novo Testamento fizeram similares afirma√ß√Ķes sobre a palavra de Deus, achada nas Escrituras. Em 2 Tim√≥teo cap 3 versos 16 e 17, Paulo disse:

"Toda Escritura √© inspirada por Deus e √ļtil para o ensino, para a repreens√£o, para a corre√ß√£o, para a educa√ß√£o na justi√ßa, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra."

Paulo também disse que seu ensinamento não tinha palavras de sabedoria humana, e sim palavras reveladas pelo Espírito Santo:

"Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus. Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está?

Assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus. Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus; as quais também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais." (1 Coríntios 2:9-13)

DEUS REVELOU A VERDADE COMO CERTA E ABSOLUTA

Deus n√£o nos deu meramente id√©ias subjetivas para serem moldadas de modo a se ajustarem √†s nossas situa√ß√Ķes. Ele n√£o aprova distor√ß√Ķes ou modifica√ß√Ķes das Escrituras para que se ajustem aos nossos caprichos. Deus certamente n√£o nos deixou num mar de d√ļvidas onde nada podemos saber com certeza.
 
DEVEMOS ESCOLHER COMO RESPONDER A ESTA REVELAÇÃO DE DEUS

Nós podemos obedecê-la ou rejeitá-la. Temos a liberdade de aceitar tudo o que Deus disse, ou somente as partes que nos interessam. Mas quando decidirmos como responder a ela, devemos lembrar de que nada o que fizermos irá mudar a veracidade de suas palavras. Aproximadamente três mil anos atrás o escritor de Salmos disse:

"Para sempre, ó Senhor, está firmada a tua palavra no céu." (Salmo 119:89)
 
"CONHECEREIS . . ."
 
Jesus não mostra a "VERDADE" como um objetivo ilusório e inatingível. Ele diz: "Conhecereis a verdade".

JESUS ENSINOU QUE PODEMOS E DEVEMOS CONHECER A VERDADE

Podemos conhecer a verdade hoje do mesmo jeito que o povo de Beréia o fez no primeiro século: Eles procuraram por ela nas Escrituras:

"Ora, estes eram mais nobres do que os de Tessal√īnica, porque receberam a palavra com toda avidez, examinando diariamente as Escrituras para ver se estas coisas eram assim." (Atos 17:11)

PODEMOS DISTINGUIR O CERTO DO ERRADO

Paulo instruiu os Tessalonicenses: "Julgai todas as cousas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal." (1 Tessalonicenses 5:21-22)

Ainda hoje √© verdade que: "L√Ęmpada para os meus p√©s √© a tua Palavra, e luz para os meus caminhos." (Salmo 119:105)
 
As pessoas que escreveram o Novo Testamento confidentemente declaram que é possível saber a verdade.

Em Hebreus cap 10 verso 26, o escritor fala das pessoas que tinham "recebido o pleno conhecimento da verdade":

"Porque se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados."

Jo√£o falou com pessoas que receberam este conhecimento da verdade:

"Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade." (1 João 2:21)

Paulo condenou aqueles que est√£o"Sempre aprendendo mas que jamais podem chegar ao conhecimento da verdade":

"Sempre aprendendo, mas nunca podendo chegar ao pleno conhecimento da verdade." (2 Timóteo 3:7)

POR QUE RECEBERAM T√ÉO SEVERA CR√ćTICA?

Porque eles fracassaram em aprender a verdade, resistindo assim a palavra de Deus. Eles não compreenderam a verdade porque assim não a quiseram (2 Timóteo 3:8). Nós podemos saber a verdade.
 
". . . VOS LIBERTAR√Ā"
 
Isto pode nos fazer pensar, talvéz até um ponto de medo, sobre a responsabilidade dada por Deus de conhecermos a verdade. Para prevenir que sejamos esmagados por esta provocante passagem, não devemos perder esta grande promessa anexada neste trecho. Jesus acrescentou: "A verdade vos libertará".
 
A LIBERDADE √Č VALORIZADA UNIVERSALMENTE

In√ļmeras pessoas t√™m sacrificado suas vidas esfor√ßando-se para assegurarem sua pr√≥pria liberdade pol√≠tica ou de outrem tamb√©m. Verdadeiramente em todas as na√ß√Ķes do mundo, o encarceramento √© considerado como uma severa puni√ß√£o para aqueles que violam a lei. T√£o valiosa quanto a liberdade pessoal e pol√≠tica, tamb√©m √© aquela que Jesus nos fala em Jo√£o 8:32. S√≥ que esta liberdade √© at√© mais significativa. Nossos pecados nos levam a conseq√ľ√™ncias de v√≠nculos espirituais e mortais -- eterna separa√ß√£o de Deus.

JESUS SE OFERECEU PARA NOS LIBERTAR DAS CONSEQU√äNCIA DA NOSSA PR√ďPRIA REBELI√ÉO CONTRA DEUS!
 
Paulo nos lembrou deste benefício do Evangelho em Romanos  cap 1 verso 16:

"Porque não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego."

Deus escolheu o uso de sua palavra, que é a verdadeira mensagem da Bíblia, para salvar-nos de nossos pecados.
 
DEUS NÃO NOS FORÇA A SERMOS LIBERTOS

Muitas pessoas s√£o enganadas por Satan√°s e seus falsos mestres para que n√£o possam discernir a liberdade do encarceramento:

"Estes s√£o fontes sem √°gua, n√©voas levadas por uma tempestade, para os quais est√° reservado o negrume das trevas. Porque, falando palavras arrogantes de vaidade, nas concupisc√™ncias da carne engodam com dissolu√ß√Ķes aqueles que mal est√£o escapando aos que vivem no erro; prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos s√£o escravos da corrup√ß√£o; porque de quem um homem √© vencido, do mesmo √© feito escravo.

¬†Porquanto se, depois de terem escapado das corrup√ß√Ķes do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o √ļltimo estado pior que o primeiro. Porque melhor lhes fora n√£o terem conhecido o caminho da justi√ßa, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Deste modo sobreveio-lhes o que diz este prov√©rbio verdadeiro; Volta o c√£o ao seu v√īmito, e a porca lavada volta a revolver-se no lama√ßal." (2 Pedro 2:17-22)

Infelizmente, muitas pessoas rejeitam a liberdade que Deus oferece e permanecem presas em seus próprios pecados. Jesus usou as palavras de um profeta do Velho Testamento, Isaías, para descrever a triste condição daqueles que não aceitam a liberdade divina:

"Porque o coração deste povo está  endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por mim curados." (Mateus 13:15)
 
Muitas pessoas consideram a verdade incerta, mas Deus claramente revelou a verdade para que nós possamos conhecê-la. Muitas pessoas acreditam que os sentimentos subjetivos, aqueles que julgamos serem corretos, são os mesmos que os salvarão, mas Deus uniu a salvação com a sua objetiva verdade.

Quando nós aprendemos e obedecemos a verdade revelada na palavra de Deus, podemos estar certos da nossa salvação. João nos falou do nosso relacionamento com Deus quando ele disse:

"Ora, sabemos que o temos conhecido por isto: se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está  a verdade." (1 João 2:3-4)
 
DEUS NOS PROVIDENCIOU A CONFIANÇA E A SEGURANÇA PARA ESTARMOS APTOS A CONHECER A VERDADE

O mesmo Deus que nos criou e nos deu a habilidade de nos comunicar, tem também a habilidade de transmitir sua vontade para conosco de modo que possamos entendê-la.

Devemos humildemente aceitar a responsabilidade de estudar, entender e obedecer sua revelação.
 
Num mundo desordenado pela d√ļvida e pela confus√£o religiosa, n√≥s podemos achar esperan√ßa nas palavras de Jesus: "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertar√°."
 



www.casadosenhor.com.br
Salvar em PDF
Compartilhar

Estudos Bíblicos. Rádio Web Nova Vida - Bíblia Online

Minist√©rio Internacional Casa do Senhor. © 2003-2018 Todos os direitos reservados. ®