O Que Significa Testemunhar de Cristo?

 

O QUE SIGNIFICA TESTEMUNHAR DE CRISTO?
 

"E ser-me-eis testemunhas" (Atos 1:8)
 
 

Se algumas pessoas o abordassem na rua e dissessem que torcem pelo S√£o Paulo Futebol Clube e insistissem que voc√™ se tornasse uma delas, isso n√£o lhe pareceria um tanto esquisito? Ser√° que todo o entusiasmo e sinceridade delas em lhe falar sobre o bom desempenho de seu time no √ļltimo campeonato o deixaria impressionado? Ser√° que o fato de trajarem camisetas com o s√≠mbolo do time despertaria em voc√™ o interesse de adot√°-lo como seu time preferido de futebol? Muitos de n√≥s ficariam logo irritados com tal atitude e, se isso acontecesse em pleno Rio de Janeiro, provavelmente manifestar√≠amos alguma hostilidade ao torcedor exaltado!
 
Ser√° que essa √© a melhor maneira de testemunhar de Cristo - sair pelas ruas com entusiasmo desenfreado e falar de Cristo a todos que encontrar? Temos de nos tornar ve√≠culos de propaganda com nossas roupas e carros, cobertos com dizeres sedutores, fotos e frases, anunciando Suas qualidades? Devem as igrejas competir entre si para ver qual delas exibe a mensagem mais inteligente em sua fachada? Perdoe-me por ser incisivo, mas esse tipo de "testemunho" freq√ľentemente causa mais males do que benef√≠cios!
 
T√©cnicas de propaganda que satisfazem a natureza humana produzem resultados, mas gritar "fogo!" em um teatro lotado tamb√©m! Convencer pessoas a ingressarem em um rebanho tornou-se uma ci√™ncia e minist√©rios est√£o tirando proveito disso. Por√©m, com base em meio s√©culo de observa√ß√£o, est√° se tornando bastante √≥bvio para mim que os rebanhos s√£o formados mais por bodes do que por ovelhas - O plano sat√Ęnico de semear joio no meio do trigo est√° funcionando perfeitamente.
 
Observe a Palavra de Deus em Atos 1:8, citada no subt√≠tulo acima: "E ser-me-eis testemunhas". Essa afirma√ß√£o n√£o gera d√ļvida e n√£o depende de nenhum artif√≠cio humano. O Esp√≠rito Santo literalmente habita em todos os filhos da gra√ßa genu√≠nos e Ele √© a testemunha de Jesus Cristo - N√≥s somos apenas os instrumentos. √Č exatamente por essa raz√£o que todos os crentes s√£o exortados a serem cheios do Esp√≠rito (Ef√©sios 5:18). Quando uma vida √© preenchida e controlada por Ele, torna-se vazia de si mesma e revela o poder sobrenatural (do grego dunamis, de onde vem a palavra "dinamite"!) E todos que tiverem contato com esse tremendo poder ser√£o afetados com a intensidade que Deus quer. Mesmo que nenhuma palavra seja dita, todo ser humano ser√° atra√≠do para o poder ou repelido por ele!
 
"Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus." [Atos 4:13, ênfase minha]
 
Testemunhar de Cristo envolve uma vida de obediência a Ele, 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias ao ano (ou 366, no caso dos anos bissextos), e não se limita a encher os bolsos com folhetos evangelísticos, portar uma Bíblia volumosa e incomodar as pessoas. Técnicas agressivas de vendas produzem resultados, mas, na verdade, raramente clientes satisfeitos - porque aqueles que cedem à pressão geralmente sabem que, no fundo, foram iludidos pelo vendedor. Muitas pessoas continuam a ser "convertidas" pela aplicação de pressão psicológica por meio de evangelismo competitivo e, embora alguns realmente revelem-se genuínos, a crise espiritual causada pela falsa maioria está contribuindo grandemente para a espiral descendente da cristandade.
 
Pegar um peixe sem usar uma rede requer a isca certa. √Č muito improv√°vel que peixes nobres sejam atra√≠dos por miolo de p√£o, assim como papa-terras tamb√©m n√£o ir√£o morder uma isca artificial projetada para peixes nobres. E esta analogia se aplica no que se refere aos crist√£os: devemos viver de tal maneira a sermos boas "iscas". O Esp√≠rito Santo manifesta Sua influ√™ncia sobrenatural aos outros por meio de n√≥s na propor√ß√£o em que sujeitamos nossas vidas a Ele. Testemunhar de Jesus Cristo implica falar sobre Ele a outras pessoas, mas tenha cuidado para n√£o p√īr a carro√ßa na frente dos bois. Falar aos peixes a respeito das iscas √© algo absurdo, pois eles precisam v√™-la antes de morder.
 
"Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus." [Mateus 5:16]
 
"Ningu√©m pode vir a mim, se o Pai que me enviou o n√£o trouxer; e eu o ressuscitarei no √ļltimo dia." [Jo√£o 6:44]
 
A boa isca atrai o peixe em um ponto essencial. N√£o √© preciso ensin√°-los a reconhec√™-la ou encoraj√°-los a provar um peda√ßo, porque ela satisfaz uma necessidade b√°sica. E a humanidade ca√≠da possui uma necessidade semelhante, um vazio em seus cora√ß√Ķes onde antes havia o conhecimento de Deus. √Č uma ferida que n√£o se pode cicatrizar - uma fome que o homem, por si s√≥, n√£o pode saciar. Mas quando Deus o confronta com um crist√£o obediente, o homem sempre √© atra√≠do pela isca! No entanto, ao contr√°rio dos peixes, os seres humanos podem "ver o anzol" e a maioria recua porque n√£o quer ser apanhada. Como resultado, somente poucos conseguem superar sua inveterada avers√£o a Deus e serem atra√≠dos pelo Esp√≠rito Santo a um conhecimento da salva√ß√£o em Jesus Cristo.
 
"E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." [Mateus 7:14; ênfase minha]
 
Voltando √† analogia dos torcedores de futebol, o que pensar√≠amos se v√≠ssemos um deles torcendo por outro time? HIP√ďCRITA!!! Certo? Anunciar que torce por um time quando, na verdade, se √© leal a outro, revela falsidade e n√£o √© visto com bons olhos pela maioria de n√≥s. As pessoas devem mostrar suas verdadeiras cores para que todos possamos enxerg√°-las nitidamente! E esse princ√≠pio definitivamente aplica-se √†s √°reas que envolvem o nosso testemunho de Cristo. Pouqu√≠ssimas coisas neste mundo ir√£o frustrar as pessoas t√£o r√°pido, e de forma t√£o marcante, quanto ver algu√©m agir de maneira totalmente contr√°ria √† que professa acreditar. Somente Deus sabe quantas pessoas j√° foram - e continuam a ser - repelidas pela hipocrisia de crist√£os declarados - especialmente aqueles que t√™m o cuidado de levar por toda a parte "placas luminosas de n√©on", proclamando sua fidelidade a Cristo e depois deixam de serem coerentes com essa profiss√£o de f√©. Sob a melhor das circunst√Ęncias, os crist√£os que vivem sob a espreita do p√ļblico ir√£o ocasionalmente falhar em manter os altos padr√Ķes exigidos de n√≥s porque ainda somos seres humanos pecadores. Por essa raz√£o, devemos nos esfor√ßar para evitar a tenta√ß√£o de dirigir as aten√ß√Ķes para n√≥s mesmos, "tocando trombeta":
 
"Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai, que está nos céus. Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita; para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente. E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão." [Mateus 6:1-5; ênfase minha]
 
Em outras palavras, preservar um testemunho crist√£o consistente em todas as situa√ß√Ķes √© um testemunho poderoso para um mundo repleto de "peixes" desorientados e agonizantes. A vida de cada crist√£o genu√≠no - sem exce√ß√£o - √© um testemunho do poder de Jesus Cristo para salvar. Mas, infelizmente, algumas l√Ęmpadas n√£o iluminam como deveriam iluminar. A hipocrisia e a indiferen√ßa, como musgos ou detritos em um lago obstru√≠do pelo ac√ļmulo excessivo de plantas aqu√°ticas, encobrem a isca e a tornam in√ļtil. Para alcan√ßar o objetivo, ela deve ser vista antes de ser mordida. Al√©m disso, a isca deve ter o aspecto mais natural poss√≠vel, porque falar muito e agitar demais a √°gua n√£o contribui para uma boa pescaria.
 
Portanto, não se iluda - o reservatório do diabo está abarrotado de peixes que os pescadores consideram "refugo" (não peixes nobres como traíra, perca, pintado, dourado, truta, etc.) - eles correspondem ao joio no meio do trigo de Mateus 13:24-30. Eles parecem ser peixes nobres e são relativamente fáceis de pegar! Ao passo que, para fisgar um tipo especial de peixe, é necessário empenho e paciência. Às vezes, por acaso, pega-se um grande peixe logo no início da pescaria, mas esses casos são exceção e não a regra.
 
O evangelho de Jesus Cristo está sendo banalizado por mascates religiosos apóstatas que comercializam a mensagem em troca de prestígio e vantagens - exatamente como o apóstolo Pedro disse que aconteceria:
 
"E tamb√©m houve entre o povo falsos profetas, como entre v√≥s haver√° tamb√©m falsos doutores, que introduzir√£o encobertamente heresias de perdi√ß√£o, e negar√£o o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdi√ß√£o. E muitos seguir√£o as suas dissolu√ß√Ķes, pelos quais ser√° blasfemado o caminho da verdade. E por avareza far√£o de v√≥s neg√≥cio com palavras fingidas; sobre os quais j√° de largo tempo n√£o ser√° tardia a senten√ßa, e a sua perdi√ß√£o n√£o dormita." [2 Pedro 2:1-3; √™nfase minha]
 
A express√£o traduzida do grego como "far√£o neg√≥cio" √© emporeuomai, n¬ļ 1710 da Concord√Ęncia de Strong - (en 1722 + poreuomai 4198, do grego): viajar por (uma regi√£o como vendedor), e, por extens√£o, negociar, comprar e vender, comercializar.
 
Nenhuma outra palavra poderia ser usada para descrever melhor o evangelismo nos dias atuais. Aos olhos das pessoas sem discernimento, uma grande fiada de peixes √© sin√īnimo de um minist√©rio de sucesso e eles querem saber "onde e como os peixes foram pegos"! Ent√£o os super-pescadores sentem-se encorajados a ensinar (em caros semin√°rios, programas de treinamento, etc.) os outros como peg√°-los. Isso me faz lembrar de um amigo meu que, quando indagado sobre onde tinha pescado um grande peixe, respondeu: "Pelo canto da boca". Definitivamente, ele n√£o queria revelar seu local de pescaria preferido!
 
Meus amigos, eu respeitosamente quero deixar claro a vocês que, quando o Senhor fez a seguinte declaração, o sentido estava muito além do que geralmente a maioria dos evangélicos enxerga:
 
"E Jesus, andando junto ao mar da Galiléia, viu a dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, os quais lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores; e disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens." [Mateus 4:18-19; ênfase minha]
 
João 6:44 define Quem realmente realiza a pescaria! A menos que, ou até que o Espírito Santo manifeste Sua influência sobrenatural sobre determinadas pessoas e os atraia a Cristo, elas não podem crer e ser salvas. E, mesmo que pessoas bem intencionadas arremessem a isca muitas vezes, não alcançarão o resultado desejado.
 
"Ningu√©m pode vir a mim, se o Pai que me enviou o n√£o trouxer; e eu o ressuscitarei no √ļltimo dia." [Jo√£o 6:44]
 
A press√£o psicol√≥gica aplicada habilmente por pregadores/ganhadores de almas extremamente zelosos assemelha-se a uma pescaria com cartuchos de dinamite. As explos√Ķes s√£o indiscriminadas e toda esp√©cie de peixes mortos vir√° √† tona. √Č por essa raz√£o que milhares de igrejas t√™m hoje um odor caracter√≠stico.



www.casadosenhor.com.br
Salvar em PDF
Compartilhar

Estudos Bíblicos. Rádio Web Nova Vida - Bíblia Online

Minist√©rio Internacional Casa do Senhor. © 2003-2018 Todos os direitos reservados. ®