O Nome de Jesus

 

O NOME DE JESUS

 

O nome de Jesus, este precioso nome que est√° acima de todos os nomes. Jesus herdou do Pai um nome mais grandioso do que qualquer ser angelical (Hebreus 1:1-6).

Como Filho de Deus, Jesus Cristo é herdeiro de todas as coisas. Ele é a expressão exata de Deus e o resplendor do Pai.

Deus lhe deu um nome que está acima de todos os nomes. À dedução é que havia um nome conhecido no céu e desconhecido noutros lugares, e que este nome foi guardado para ser doado a alguém que o merecesse; e Jesus conforme o conhecemos, o Filho Eterno conforme Ele é conhecido no seio do Pai recebeu este Nome por doação e a este precioso Nome todo joelho se dobrará, nos três mundos, para a Glória de Deus Pai.

‚ÄúPelo que tamb√©m Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu um Nome que est√° acima de todo o nome, para que ao Nome de Jesus se dobre todo o joelho - de seres nos c√©us - de seres na terra e de seres debaixo da terra e toda l√≠ngua confesse que Jesus Cristo √© o Senhor, para a gl√≥ria de Deus Pai‚ÄĚ. (Filipenses 2:9-11).

O c√©u, a terra e o inferno reconhecem o que Jesus fez, portanto toda a autoridade, todo o poder e a totalidade das suas realiza√ß√Ķes acham-se em seu Nome. E o Nome de Jesus em nossos l√°bios operar√° as mesmas coisas agora que operava naqueles tempos. Ele √© Deus que nos fala.

Quando foi que Jesus herdou do Pai o mais excelente Nome?

Não herdou no céu antes de vir para a terra, porque Ele já possuía TUDO. Não herdou quando esteve aqui nesse mundo, porque Paulo falando aos Filipenses diz que Ele se esvaziou de toda a Honra e deixou de lado toda a sua Glória.

Que Ele seja o seu exemplo de humildade, pois Ele sendo essencialmente um com Deus e substituindo em forma de Deus (possuindo a plenitude dos atributos que fazem que Deus seja Deus), n√£o julgou essa igualdade com Deus como algo a ser procurado, antes se despiu de todos os privil√©gios da pr√≥pria dignidade assumindo a forma de servo escravo para tornar-se como homem nascendo como ser humano. ‚ÄúTende em v√≥s o mesmo sentimento e prop√≥sito e mente (humildade) que houve tamb√©m em Cristo Jesus‚ÄĚ. (Filipenses 2:5-7).

Tudo isto Ele o fez em nosso benefício para que pudéssemos usar o seu Nome. Em benefício da sua Igreja, Cristo Jesus esvaziou-se:

·         Dos seus atributos divinos como criador. (João 5:19-21).

·         Dos seus atributos divinos de tudo saber e tudo poder.

·         Do seu atributo divino de estar em toda parte. (João 11:21).

Mas em todas a coisas tornou-se semelhante aos irm√£os, Ele sujeitou-se √† natureza humana. ‚ÄúPor isso convinha que em tudo fosse semelhante aos irm√£os, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que √© de Deus, para expiar os pecados do povo.‚ÄĚ (Hebreus 2:17).

Jesus passou por toda a experi√™ncia humana, trabalho, dores, decep√ß√£o, insultos, persegui√ß√£o, rejei√ß√£o, trai√ß√£o, sofrimento f√≠sico e morte como homem, morte de cruz. ‚ÄúEmbora sendo Filho aprendeu a obedi√™ncia pelas coisas que padeceu‚ÄĚ. (Hebreus 5:8).

Jesus passou a vida inteira com um s√≥ alvo especifico em sua mente: Fazer a vontade do Pai. Essa foi √† for√ßa motriz que impulsionou todas as suas a√ß√Ķes. ‚ÄúEle disse: Eis aqui venho, para fazer, √≥ Deus a Tua Vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo‚ÄĚ. (Hebreus 10:9); ‚ÄúJesus disse-lhes: A minha comida consiste em fazer a vontade d¬īAquele que me enviou, e realizar a sua obra‚ÄĚ. (Jo√£o 4:34).

Toda a verdade tem um paralelo, para nos tornarmos fortes guerreiros na ‚ÄúBatalha Espiritual‚ÄĚ n√≥s tamb√©m temos que estar prontos para nos esvaziar da nossa natureza ego√≠sta, desejos e apetites que o mundo est√° sempre nos oferecendo verdadeiros la√ßos de satan√°s.

O verdadeiro crist√£o, convertido, precisa ter em mente que recebeu a Salva√ß√£o pela Gra√ßa e que possui a vida eterna e viver√° junto com Jesus e com o pr√≥prio Deus e sabedores dessas verdades absolutas e que todas as nossas a√ß√Ķes tamb√©m tem que ser o desejo constante de fazer a vontade de Deus. Saber qual √© √† vontade de Deus e agir de acordo com a vontade d`Ele, foi uma das estrat√©gias chave que Jesus usou para derrotar satan√°s. Para isto se manifestou o Filho de Deus, para destruir as obras do diabo. ‚ÄúQuem comete o pecado √© do diabo; porque o diabo peca desde o princ√≠pio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo‚ÄĚ. (I Jo√£o 3:8).

Jesus doou √† Igreja um Nome que est√° acima de todos os nomes e Ele doou porque recebeu por heran√ßa de Deus como nos diz a B√≠blia: ‚ÄúFeito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles. Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu √©s meu Filho, Hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, E ele me ser√° por Filho?‚ÄĚ (Hebreus 1:4-5).

‚ÄúQuando Jesus foi Gerado?‚ÄĚ

Não nasceu quando veio ao mundo, quando tomou sobre si a carne humana. Ele pré-existia com o Pai. Simplesmente assumiu um corpo. Cristo existe desde toda a eternidade.

‚ÄúPor isso ao entrar no mundo diz: Sacrif√≠cio e oferta n√£o quiseste, antes corpo me preparaste‚ÄĚ. (Hebreus 10:5). "No princ√≠pio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princ√≠pio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens". (Jo√£o 1:1-4). Deus cumpriu plenamente a n√≥s, seus filhos, ressuscitando Jesus. como tamb√©m est√° escrito na Palavra de Deus: ‚ÄúComo tamb√©m est√° escrito no salmo segundo: Meu filho √©s tu, hoje te gerei‚ÄĚ. (Atos 13:23). Jesus Cristo foi foi gerado pelo Pai naquela manh√£ da Ressurrei√ß√£o.

‚ÄúPor que Jesus precisava ser gerado pelo Pai?‚ÄĚ

Porque era necess√°rio mostrar a humanidade, aos homens, que jamais seriam capazes de cumprir qualquer lei. Ent√£o, Jesus se fez carne , e veio ao mundo para que o Pai, Deus, atrav√©s do Filho, Jesus, transmitisse seu Plano de Salva√ß√£o para os homens. Mostrar que sempre estivemos separados de Deus pelo pecado. E atrav√©s de sua vinda a esse mundo, Cristo Jesus, teve que provar, por todos os homens, a morte f√≠sica que n√£o apagaria nossos pecados e a pior das mortes, a espiritual, a √ļnica que poderia limpar o ser humano de suas iniq√ľidades. ‚ÄúVemos, por√©m, coroado de gl√≥ria e de honra aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paix√£o da morte, para que, pela gra√ßa de Deus, provasse a morte por todos‚ÄĚ. (Hebreus 2:9).

Jesus chegou a descer √†s profundezas do inferno em nosso lugar. L√° em baixo na masmorra do sofrimento, Jesus satisfez as reivindica√ß√Ķes da justi√ßa para todos n√≥s, individualmente porque Ele morreu como nosso substituto. E Deus o ressuscitou ao terceiro dia. ‚ÄúE, se o Esp√≠rito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em v√≥s, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo tamb√©m vivificar√° os vossos corpos mortais, pelo seu Esp√≠rito que em v√≥s habita‚ÄĚ. (Romanos 8:11). E hoje est√° sentado a direita de Deus, onde sempre foi Seu lugar.

Ao ver se aproximar o fim de seu corpo, Jesus exclamou: ‚ÄúE perto da hora nona exclamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lam√° sabact√Ęni; isto √©, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?‚ÄĚ. (Marcos 15:34; Mateus 27:46). O motivo pelo qual Jesus disse tais palavras √© porque naquele momento estava sendo consumada a obra de Deus, o verdadeiro Plano da Salva√ß√£o, e Jesus recebeu sobre Si o pecado da humanidade, o pecado de todos os homens recaiu sobre Ele.

Deus como Santo, Puro e Justo n√£o podia de forma alguma, naquele momento, olhar para Cristo. O seu Esp√≠rito foi separado de Deus. Esse foi o √ļnico momento que Deus se afastou de Jesus porque n√£o poderia contemplar o pecado. ‚ÄúAquele que n√£o conheceu pecado, Ele o fez pecado por n√≥s, para que nele f√īssemos feitos justi√ßa de Deus‚ÄĚ. (II Co. 5:21).

"Este Nome é dado à Igreja para a Salvação"

Toda a autoridade, todo o poder que estava em Jesus est√° no seu Nome. E Ele deu o seu Nome √† Igreja. Os Crentes primitivos sabiam que possu√≠am e usavam o Nome de Jesus. N√£o h√° salva√ß√£o a n√£o ser no Nome de Jesus e no Senhor Jesus Cristo. √Č o √ļnico Nome pelo o qual o pecador pode se aproximar de Deus Pai.

‚ÄúE dar√° √† luz um filho e chamar√°s o seu nome JESUS; porque ele salvar√° o seu povo dos seus pecados. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz; Eis que a virgem conceber√°, e dar√° √† luz um filho, E cham√°-lo-√£o pelo nome de Emanuel. Que traduzido √©: Deus conosco.‚ÄĚ (Mateus 1:21-23).

“E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo". (Atos 2:21).

‚ÄúE em nenhum outro h√° salva√ß√£o, porque tamb√©m debaixo do c√©u nenhum outro nome h√°, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos‚ÄĚ. (Atos 4:12).

E tamb√©m o √ļnico caminho: "Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ningu√©m vem ao Pai, sen√£o por mim‚ÄĚ.Jo√£o 14:6

"O Nome de Jesus em nosso dia a dia"

A maioria dos crist√£os sabe, at√© certo ponto, que deve usar o Seu Nome na ora√ß√£o, mas n√£o fazem id√©ia de quanto Ele significa. Ele abre os tesouros dos c√©us a nosso favor e tranca os poderes do inferno. Que o Esp√≠rito Santo abra os nossos olhos espirituais para sabermos tudo o que este Nome significa e que conhe√ßamos as riquezas da gl√≥ria ocultas neste Nome. ‚ÄúE qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre n√≥s, os que cremos, segundo a opera√ß√£o da for√ßa do seu poder, que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e pondo-o √† sua direita nos c√©us. Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e dom√≠nio, e de todo o nome que se nomeia, n√£o s√≥ neste s√©culo, mas tamb√©m no vindouro; E sujeitou todas as coisas a seus p√©s, e sobre todas as coisas o constituiu como cabe√ßa da igreja, que √© o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos‚ÄĚ. (Ef√©sios 1:19-23).

‚ÄúE naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo h√° de dar. At√© agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra‚ÄĚ. (Jo√£o 16:23-24).

Jesus √© o nosso mediador, intercessor, advogado e Senhor. Ele se coloca entre n√≥s e o Pai. Seu Nome, portanto garante uma resposta √† nossa ora√ß√£o. ‚ÄúMeus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que n√£o pequeis; e, se algu√©m pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo‚ÄĚ. (I Jo√£o 2:1).

Tudo o quanto pedimos em ora√ß√£o, devemos entender que Cristo j√° morreu para respond√™-la na cruz. Na sua morte por n√≥s, Cristo forneceu toda b√™n√ß√£o que pudesse ser desejada ou necessitada. Ent√£o quando orarmos, devemos olhar primeiro para a cruz onde o pre√ßo j√° foi pago pela b√™n√ß√£o que procuramos. ‚ÄúE, tudo o que pedirdes na ora√ß√£o, crendo, o recebereis‚ÄĚ. (Mateus 21:22). Mas n√£o devemos nos enganar, pois devemos saber que nem toda ora√ß√£o que fizermos a Deus em nome de Jesus ser√° ouvida: Porque seria? Quais seriam os motivos? - N√£o merecemos, - Se Deus nos atender poder√° ser prejudicial para n√≥s. E para que sejamos atendido em nossas ora√ß√Ķes, primeiramente √© necess√°rio que estejamos realmente fazendo a vontade de Deus, que estejamos deixando Deus agir em nossas vidas e que Cristo seja transparente em nosso dia a dia.

Cada cristão deve procurar a cada dia estar se convertendo de seus pecados, se libertando das coisas que a carne nos proporciona, e cada vez mais procurar se parecer com Cristo. Sabemos que não chegaremos jamais em sua perfeição mas, esta deve ser a nossa vontade.

Ap√≥s termos visto e confirmado pela Palavra de Deus, a B√≠blia, a respeito da autoridade do Nome de Jesus, o poder e a sublimidade que est√£o investidos por detr√°s deste maravilhoso Nome, devemos nos entregar plenamente √† Ele e pedir que o Esp√≠rito Santo de Deus toque em nossos cora√ß√Ķes para sermos mais crist√£os e os que n√£o s√£o que aprendam com Cristo o que √© o verdadeiro amor. S√≥ Jesus pode nos mostrar e nos dar este verdadeiro amor e nos trazer a paz. Mas √© necess√°rio que creiamos, portanto, na palavra de Deus. Devemos dar ouvidos √† Sua Palavra e melhorarmos a cada dia. Sermos mais fi√©is, mais crist√£os, mais amorosos e jamais olharmos para tr√°s, no sentido de retornar, de retroceder na vida crist√£, mas devemos sim olhar para tr√°s para fazer de nossos erros os consertos do dia de hoje e melhores ainda no futuro.

‚ÄúMas, como est√° escrito: As coisas que o olho n√£o viu, e o ouvido n√£o ouviu, E n√£o subiram ao cora√ß√£o do homem, S√£o as que Deus preparou para os que o amam". Mas Deus no-las revelou pelo seu Esp√≠rito; porque o Esp√≠rito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, sen√£o o esp√≠rito do homem, que nele est√°? Assim tamb√©m ningu√©m sabe as coisas de Deus, sen√£o o Esp√≠rito de Deus. Mas n√≥s n√£o recebemos o esp√≠rito do mundo, mas o Esp√≠rito que prov√©m de Deus, para que pud√©ssemos conhecer o que nos √© dado gratuitamente por Deus. As quais tamb√©m falamos, n√£o com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Esp√≠rito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural n√£o compreende as coisas do Esp√≠rito de Deus, porque lhe parecem loucura; e n√£o pode entend√™-las, porque elas se discernem espiritualmente‚ÄĚ. (I Cor√≠ntios 2:9-14).

O que precisamos agora é aceitar a morte de Cristo e acreditarmos que ele pagou o preço muito alto para nos salvar da punição eterna. Devemos aceitar a Jesus não apenas como nosso Salvador, como costuma fazer a humanidade, mas principalmente como Senhor das nossas vidas.
 



www.casadosenhor.com.br
Salvar em PDF
Compartilhar

Estudos Bíblicos. Rádio Web Nova Vida - Bíblia Online

Minist√©rio Internacional Casa do Senhor. © 2003-2018 Todos os direitos reservados. ®