Vergonha

 

VERGONHA
 
 
Jer. 6:15 (RA) Serão envergonhados, porque cometem abominação sem sentir por isso vergonha; nem sabem que coisa é envergonhar-se. Portanto cairão com os que caem; quando eu os castigar, tropeçarão, diz o Senhor.
 
O PROCEDER DA VERGONHA
 
A vergonha, a culpa, e a condenação são parecidas, no sentido de que esses sentimentos estão ligados ao pecado. Contudo, diferem quanto ao seu grau, duração e magnitude.
 
A vergonha √© um sentimento intenso de ang√ļstia, que faz com que voc√™ queira desaparecer; extrema humilha√ß√£o e remorso; um desespero intenso devido a um constrangimento miser√°vel.
 
A culpa é o reconhecimento que você fez algo errado, geralmente por causa de um pecado específico.
 
Condenação é ser sentenciado (condenado) por se fazer algo errado.
 
A vergonha √© mais profunda do que a culpa. N√£o √© baseada em se fazer alguma coisa errada; √© mais um sentimento de dor na alma por estarmos errados no √Ęmago do nosso ser. A vergonha √© mais cortante do que a condena√ß√£o, onde a realidade do julgamento √© mentalmente temida, mas vem de um √°rbitro externo. Quando temos vergonha, sentimos tangivelmente nossa pr√≥pria deprava√ß√£o, em uma auto-percep√ß√£o intensa.
 
Com esta defini√ß√£o, qual √© o beneficio da vergonha na vida dos redimidos? A sua presen√ßa debilitante n√£o deve ser levada em considera√ß√£o, ou Deus a utiliza - at√© mesmo a requere? √Č uma quest√£o de auto-piedade, ou algo que vem do Esp√≠rito Santo?
 
O CASO A FAVOR DA VERGONHA       
 
1 Cor 15:34 (RA) Tornai-vos à sobriedade, como é justo, e não pequeis; porque alguns ainda não tem conhecimento de Deus; isto digo para vergonha vossa.
 
1 Cor 6:5 (RA) Para vergonha vo-lo digo...
 
Eze. 16:63 (RA) para que te lembreis, e te envergonhes...
 
Salmo 69:5,7 (RA) Tu, ó Deus, bem conheces a minha estultice, e as minhas culpas não te são ocultas... Pois tenho suportado afrontas por amor a ti, e o rosto se me encobre de vexame.
 
Heb. 12:2 (Phi) ...Pois ele mesmo ag√ľentou a cruz e n√£o levou a sua vergonha em considera√ß√£o [NVI: desprezando a vergonha] por causa do regozijo que ele sabia que viria ap√≥s seus sofrimento...
 
O CASO CONTRA A VERGONHA
 
Isa. 54:4 (RA) Não temas, pois não serás envergonhada; não te envergonhes, porque não sofrerás humilhação; pois te esquecerás da vergonha da tua mocidade...
 
Joel 2:27 (RA) Sabereis que estou no meio de Israel, e que eu sou o Senhor vosso Deus, e n√£o h√° outros; e o meu povo jamais ser√° envergonhado.
 
1 Ped. 2:6 (RA) Pois isso est√° na Escritura: "Eis que ponho em Si√£o uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer n√£o ser√° de modo algum envergonhado".
 
√Č preciso que entendamos que estas e outras Escrituras que s√£o "contra" a vergonha cont√©m promessas futuras - proferidas para mostrar o caminho e dar esperan√ßa. Em outras palavras, estes textos prometem que n√£o seremos envergonhados se nos alinharmos com Deus e permanecermos nele at√© o fim. Mesmo assim, estes vers√≠culos existem; n√£o devir√≠amos nos esfor√ßar para obter estas promessas?
 
RECUSANDO O TRATAMENTO
 
A vergonha √© boa ou ruim? √© √ļtil ou destrutiva? Em doses pequenas ou grandes? E qual √© a rela√ß√£o entre a vergonha e o amor?
 
Jer. 3:3 (RA) Pelo que foram retiradas as chuvas, e n√£o houve chuva ser√īdia; mas tu tens a fronte de prostituta, e n√£o queres ter vergonha.
 
Em estudos anteriores, nós falamos sobre convicção e condenação [nota da tradutora: estes dois estudos ainda não foram traduzidos] e como elas levam ao arrependimento. A convicção é mostrada na Escritura como a primeira obra do Espírito, e a condenação é a sentença (justiça) de Deus em nossa natureza pecaminosa. Espero que isto seja claro, pois é um benefício prático de nossos reflexos espirituais, pois nos trazem de volta a Cristo quando nos pegamos "na carne".
 
Jer 6:15 (BLH) Será que ficaram envergonhados por terem feito essas coisas que eu detesto? Não! Não ficaram envergonhados de jeito nenhum. Eles nem sabem o que é sentir vergonha e por isso vão cair como outros tem caído...
 
A vergonha pode também ser usada para a nossa santificação, e é bom que entendamos isso. Por exemplo, muitas vezes hesitamos em olhar atentamente para a nossa inclinação ao pecado, porque sentimos um profundo senso de vergonha... e portanto, nos distraímos para que a dor possa ser temporariamente aliviada. O sermão acabou, a sessão chegou ao término e quando nos afastamos do espelho, não lembramos como realmente estávamos.
 
Pode ser que parte do romance de Deus tenha o objetivo de nos preparar para que sejamos uma noiva que "fique vermelha". Certamente temos muito que ficar vermelhos, se deixarmos que o Espírito nos escrutine.
 
Mas "a carne" ODEIA este corar de vergonha mais do que qualquer outra coisa! Isto atinge o nosso ego√≠smo de uma forma muito dolorosa. Ent√£o, por que devir√≠amos ag√ľentar sentimentos t√£o terr√≠veis?
 
REA√á√ēES DE DEUS
 
Lucas 5:8 (BLH) Quando Sim√£o Pedro viu o que havia acontecido, ajoelhou-se diante de Jesus e disse:
"Senhor, afaste-se de mim, pois sou pecador!"
 
A reação de Simão Pedro é uma reação comum que ocorre quando temos um encontro real com Deus. Ao ver Jesus, ele ficou "arruinado" por causa da percepção magnificada de sua depravação; ele estava tão longe da glória de Deus.
 
Uma coisa é brincarmos com palavras e nos enganarmos a respeito de nossa condição diante daquele que é Santo; é bem diferente quando nos deparamos com Sua bondade pura. O que pensávamos que queríamos, agora faz com que nos sintamos como nada.
 
Quando a bondade está entrelaçada com a maldade, é mais fácil de se engolir, mais fácil de se relacionar com ela. Mas quando a bondade é pura, ela se torna estranha a nós. E nós sabemos que Deus é poderoso, mas quando experimentamos Seu poder, nossa própria insuficiência vem à tona. Nossa tendência é de nos afastarmos daquilo que mais desejamos.
 
Jesus não deixou Simão Pedro sem uma resposta, apesar de sua honesta reação. Ele pronunciou palavras de conforto e o chamou para ser um apóstolo. A força de vontade de Pedro chocou-se com uma vontade maior. Mas a "reação" de Pedro permaneceu intacta, para que ele passasse, futuramente, por um "tratamento" mais profundo. Somos melhores do que Simão Pedro? Temos uma necessidade menor de sermos salvos do que ele? Não teremos que ser curados deste mesmo problema no futuro, mesmo depois de ouvirmos palavras de conforto? Mesmo depois de confessarmos a Cristo? Mesmo depois de andarmos em comunhão íntima com o nosso Senhor?
 
O PROBLEMA DA AUTO-CONFIANÇA E DO ORGULHO
 
Luc. 22:31-34 (Phi) "√ď, Sim√£o, Sim√£o, voc√™ sabia que Satan√°s pediu para ter voc√™s todos peneirados como o trigo? - mas eu orei por voc√™ para que n√£o perca sua f√©. Sim, quando voc√™ retornar, voc√™ dever√° animar seus irm√£os." Pedro lhe disse, "Senhor, eu estou pronto a ir para a pris√£o, ou at√© mesmo morrer com voc√™!" "Eu te digo, Pedro," replicou Jesus, "antes do galo cantar hoje, voc√™ negar√° que me conhece tr√™s vezes!"
 
Pedro era um falador, confiante em si mesmo. Como n√≥s, ele tinha inclina√ß√Ķes a fazer grandes promessas a Deus, mas na hora do "vamos ver", ele falhava, levando-o √† dor da vergonha.
 
Lucas 22:59-62 (Phi) "Eu estou convencido que este homem estava com ele..." "Homem," replicou Pedro, "eu não sei o que você está falando". E imediatamente, enquanto ainda falava, o galo cantou. O Senhor virou-se e olhou Pedro diretamente nos olhos, e as palavras que o Senhor lhe falou passaram pela sua mente... "Você me negará..." ... e ele [Pedro], saiu e chorou amargamente.
 
Nesse processo sombrio de humilhação, talvez possamos entender mais profundamente como Deus irá trabalhar para que a carne não se glorie na Sua presença.
 
Você quer dizer, conosco? Será?
 
O M√ČTODO USADO POR DEUS PARA QUE NOS TORNEMOS BONS AMANTES
 
Eze. 16: 54,58-61 (RA) "para que leves a tua ignom√≠nia e sejais envergonhada por tudo oque fizeste... As tuas depravidades e as tuas abomina√ß√Ķes tu levar√°s, diz o Senhor. Porque assim diz o Senhor Deus: Eu te farei a ti como fizeste, que desprezaste o juramento, invalidando a alian√ßa. Mas eu me lembrarei da minha alian√ßa, feita contigo nos dias da tua mocidade; e estabelecerei contigo uma alian√ßa eterna. Ent√£o te lembrar√°s dos teus caminhos, e te envergonhar√°s ...
 
Estas falhas vergonhosas são verdadeiramente lamentáveis, mas Jesus levou-as sobre si, para Pedro e para nós também. Eles estava completamente ciente do impacto emocional que o incidente teria em Pedro quando seus olhos se encontraram. Ele sabia tudo isso com antecedência. E não foi por capricho ou por acaso, mas sim o jeito como tudo foi planejado. Ele deliberadamente escolheu este caminho e "levou na cabeça" por nós, porque nossas almas precisavam especificamente deste medicamento.
 
Jer. 31:19 (RA) Na verdade, depois que me converti, arrependi-me; depois que fui instruído, bati no peito; fiquei envergonhado, confuso, porque levei o opróbrio da minha mocidade.
 
DA GL√ďRIA PARA A VERGONHA E DE VOLTA PARA A GL√ďRIA
 
Em Romanos 9-11, Paulo nos dá uma sinopse sobre como Deus lida com a Israel natural (esta "geração" - ou descendentes) e a Israel espiritual (a igreja), colocando as duas em um confronto temporário - mas ainda, traçando o destino de Deus para cada uma. No final (onde estaremos entrando agora) Paulo esta "nas alturas", considerando a majestade do plano de Deus - tão cheio da mente de Cristo, que ele está para "explodir" nos versículos 33-36. Mas antes de fazê-lo, ele se refere a um ponto essencial no plano de Deus para com judeus e gentios, que é um resumo da sabedoria de Deus.
 
Romanos 11:32 (Phi) Deus colocou todos os homens juntos na prisão da desobediência, para que ele possa mostrar misericórdia para todos eles.
Rom. 11:32 (Wey) Pois Deus trancou todos na prisão da incredulidade, para que Ele possa ter misericórdia de todos.
Rom. 11:32 (Jer) Deus encerrou todos na desobediência para a todos fazer misericórdia.
Rom. 11:32 (NVI) "√ď profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Qu√£o insond√°veis s√£o os seus ju√≠zos, e inescrut√°veis os seus caminhos!" "Quem conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro?" "Quem primeiro lhe deu, para que ele o recompense?" Pois dele, por ele e para ele s√£o todas as coisas. A ele seja a gl√≥ria para sempre! Am√©m.
 
O que levou Paulo a este êxtase festivo? Como pode ser que o fato da vergonha de todos nós sermos penosamente desobedientes se torna louvor e glória a Deus?
 
RESPOSTA: A DIFERENÇA ENTRE O FARISEU E O BOM AMANTE
 
Lucas 7:36-38 (RA) Convidou-o uns dos fariseus para que fosse jantar com ele. Jesus, entrando na casa do fariseu, tomou lugar √† mesa. E eis que uma mulher da cidade, pecadora, sabendo que ele estava √† mesa na casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ung√ľento; e, estando por detr√°s, aos seus p√©s, chorando, regava-os com suas l√°grimas e os enxugava com os pr√≥prios cabelos; e beijava-lhe os p√©s e os ungia com o ung√ľento.
 
Lucas 7:39-40 (RA) Ao ver isto, o fariseu que o convidara, disse consigo mesmo: Se este for a profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, porque é pecadora. Dirigiu-se Jesus ao fariseu e lhe disse: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. Ele respondeu: Dize-a, Mestre.
 
Lucas 7:41-43 (BLH) Jesus disse: - Dois homens deviam dinheiro a um homem que costumava emprestar. Um deles devia quinhentas moedas de prata, e o outro, cinq√ľenta, mas nenhum dos dois podia pagar ao que havia emprestado. Ent√£o ele perdoou as d√≠vidas dos dois. Qual deles vai estim√°-lo mais? -Eu acho que √© aquele que devia mais -respondeu Sim√£o. - Voc√™ est√° certo - disse Jesus.
 
Lucas 7:44-47 (BLH) Então virou-se para a mulher e disse a Simão. -Você está vendo esta mulher? Quando entrei, você não me ofereceu água para lavar os pés, porém ela os lavou com as suas lágrimas e os enxugou com os seus cabelos. Você não me beijou quando cheguei; ela, porém, não pára de beijar os meus pés desde que entrei. Você não arranjou azeite para a minha cabeça, porém ela derramou perfume nos meus pés. Afirmo a você, então, que o grande amor que ela mostrou prova que os seus muitos pecados já foram perdoados. Mas a pessoa a quem se perdoa pouco mostra pouco amor.
 
"SINE QUA NON": SEM A QUAL N√ĀO¬†√Č POSS√ćVEL
 
Rom. 11:32-33 (NVI) Pois Deus colocou todos sob a desobedi√™ncia, para exercer miseric√≥rdia para com todos. '√ď profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Qu√£o insond√°veis s√£o os seus ju√≠zos, e inescrut√°veis os seus caminhos!'
 
Vamos ser claros a este respeito: o pecado √© abomin√°vel - para n√≥s e para Deus - mas tem um prop√≥sito. √Č terr√≠vel, mas Deus sente a dor ainda mais do que n√≥s. Ent√£o, por que, em Sua soberania, Deus permite que "entremos numa fria", especialmente se Ele Mesmo sente a dor mais agudamente do que n√≥s? Ser√° que esta √© realmente a melhor maneira de termos nossas feridas curadas? Ser√° que este √© o tratamento necess√°rio para trabalhar numa alma que pode e mostra verdadeira paix√£o eterna para Deus?
 
Lucas 7:47 (Phi) √Č por isso que eu digo que seus pecados, ainda que muitos, s√£o perdoados; porque ela tem tamanho amor. Mas o homem que tem pouco a ser perdoado, tem somente um pouco de amor para dar.
 
Perceba aqui, que Jesus não está contente com um caso positivo; pelo contrário, ele enfatiza o caso negativo. Aqueles que são perdoados pouco estão em uma posição desavantajada quando se trata de amar outras pessoas. Estranho!
 
Então, quando somos expostos por Deus, porque estamos tão profundamente encurralados pelo pecado, nos achamos ao mesmo tempo envergonhados e alegres. Afinal de contas, Deus nos tornou "bons amantes". E Ele sabia exatamente como fazê-lo. Certamente, não foi idéia nossa! Nós não O aconselhamos a agir desta forma!
 
O PROCEDER DO "MUITO AMOR"
 
Ao ver este cenário, somos movidos a beijar copiosamente os seus pés e enxugá-los com os nossos cabelos. Que o fariseu veja isso e fique indignado. Pois nós sabemos de onde Ele nos salvou, e sentimos a vergonha tão tangivelmente quanto a glória da Sua salvação.
 
N√£o queremos fazer outra coisa, a n√£o ser louvar Seu Santo Nome por ter-nos salvo de uma maneira tremenda. Que eles olhem e vejam que estamos extasiados com nosso Salvador.
 
Salmo 40:1-3 (RA) Esperei confiantemente no Senhor; e ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro. Tirou-me de um poço de perdição, dum tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos.
 
Salmo 40:5 (BLH) √ď Eterno, meu Deus, tu tens feito grandes coisas por n√≥s. N√£o h√° ningu√©m como tu! Tens feito muitos planos maravilhosos para o nosso bem. Ainda que eu quisesse, n√£o poderia falar de todos eles, pois s√£o tantos, que n√£o podem ser contados.
 
Perceba que Davi, assim como Paulo, entra em um êxtase e louvor - em virtude da mesma revelação que "levou" Paulo à presença de Deus: a vergonha da nossa própria necessidade.
 
O RES√ćDUO DA VERGONHA E A ETERNIDADE DO AMOR
 
Antes, nossas tentativas para amar eram efêmeras e inconstantes. Claro que tivemos bons momentos, e sempre esperamos que haja mais, contudo nossa duplicidade vem à tona novamente. Como poderíamos ter pensado que isso seria suficiente? Será que Deus iria usar uma "varinha de condão" e nos enganar para nos curar? Não, Ele não é assim. Sua solução é justa e verdadeira, e funcionará para sempre.
 
Al√©m de reconhecermos que pecamos (culpa) e que Deus nos v√™ (condena√ß√£o), sentir vergonha por cause DE QUEM SOMOS, tamb√©m √© bom para n√≥s. Isso transforma os instintos de nossos cora√ß√Ķes e destr√≥i todo √≠dolo de nossa auto-sufici√™ncia.
 
Rom. 7:24 (NVI) Miser√°vel homem que sou! Quem me libertar√° do corpo sujeito a esta morte?
 
A vergonha é a "escola do amor" em Cristo. Será que caímos fora antes de nos formar? Ainda ficamos vermelhos de vergonha?
 
1 Jo. 1:8-10 (RA) Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmo nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso e a sua palavra não está em nós.
 
AME-ME COMO VOCÊ O FEZ NO COMEÇO?
 
De princípio, foi a vergonha que nos encaminhou ao amor e perdão de Cristo. Mas nós nos tornamos endurecidos, cauterizados, até mesmo insolentes. Onde está o instinto de vergonha que nos levou a Cristo? Será que podemos amar ao Senhor como o fizemos no início?
 
Apoc. 2:2-5 (RA) Conheço as tuas obras, assim o teu labor como a a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te, e volta à prática das primeiras obras; e se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.
 
O EXEMPLO DO MESSIAS
 
Heb. 12:2 (Phi) ...Pois ele mesmo suportou a cruz e não ligou para a sua vergonha porque ele sabia o regozijo que viria após seu sofrimento...
Heb. 12:2 (RA) ...Jesus, o qual em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia...
Heb 12:2 (Jer) ...Jesus, que, em vez da alegria que lhe foi proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e se assentou à direita do trono de Deus.
 
Fil. 2:5,8-9 (Phi) Que sua atitude em rela√ß√£o √† vida seja como a do pr√≥prio Jesus Cristo... Ele se humilhou, vivendo uma vida de total obedi√™ncia, ao ponto de morrer, e a morte que morreu foi a de um criminoso comum. √Č por isso que Deus o levantou √†s alturas, e lhe deu o nome acima de todos os nomes.
 
A vergonha é o ferir a nossa carne com a verdade de Deus para levá-la à morte.
 
O PROCEDER DA VERGONHA
 
Se nós quisermos realmente ver, Deus revelará gloriosamente a MANEIRA por Ele utilizada para nos salvar. Ele não é somente "justo" e "verdadeiro" abstratamente, ou "no geral". O Seus caminhos são igualmente justos e verdadeiros.
 
Dan. 4:37 (RA) "Agora, pois, eu, Nabucodonosor, louvo, exalto e glorifico ao Rei do céu; porque todas as suas obras são verdadeiras, e os seus caminhos justos, e pode humilhar aos que andam na soberba.
 
Apoc. 15:3 (NVI) E cantavam o c√Ęntico de Mois√©s [uma can√ß√£o prof√©tica sobre as falhas de Israel], servo de Deus, e o c√Ęntico do Cordeiro: "Grandes e maravilhosas s√£o as tuas obras, Senhor Deus Todo-poderoso. Justos e verdadeiros s√£o os teus caminhos, Rei das na√ß√Ķes".
 
Atos 5:41 (BLH) Os apóstolos saíram... muito contentes porque Deus os havia achado dignos de sofrer insultos por causa do nome de Jesus.
 
A VERGONHA E A SOBERANIA DE DEUS
 
N√≥s somos persuadidos pelas Escrituras que Deus tem em mente repreender toda a carne, e quer deixar bem claro sobre a elei√ß√£o destes √ļltimos dias. Isso Ser√° consumado na reconcilia√ß√£o final de Israel, ap√≥s Deus mostrar ao mundo qu√£o degradantes eles s√£o.
 
Esta grande demonstração da prerrogativa de Deus será com certeza o ápice da revelação sobre eleição, e Ele está mandando o mesmo fogo sobre a igreja antes de mandá-lo sobre Israel, para que possamos ser igualmente purificados. Muitos dos textos prévios estavam falando sobre Israel.
 
Somos menos apóstatas do que os judeus? Temos mais discernimento? Somos mais obedientes, tendo em vista as riquezas que temos no Messias? A verdade é que, mesmo com tais vantagens, nós blasfemamos o nome do Senhor mais abundantemente e com menos arrependimento.
 
Se o "tratamento de vergonha" é suficiente para Israel em grandes doses (e a dose maior ainda está por vir), então nós na igreja deviríamos nos regozijar por estarmos recebendo o mesmo tratamento. Na realidade somos os "primeiros frutos".
 
A VERGONHA DA IGREJA
 
A igreja moderna parece dividida em dois campos: aquele que pensa que qualquer coisa que parece ser sobrenatural √© de Deus, sem test√°-las ou discerni-las (os "assanhados"), e os outros que at√© prefeririam que Deus n√£o os incomodassem agora que est√£o "salvos" (os "fr√≠gidos"). Cada grupo justifica-se atrav√©s de compara√ß√Ķes feitas sobre os excessos do grupo contr√°rio. ¬∑ medida que esta patologia continua, cura e unidade parecem pouco prov√°veis, pois estamos caindo nos barrancos existentes √† margem do caminho estreito.
 
"Uma casa dividida não fica em pé", disse o Senhor. Levando isso em consideração, somente Deus pode nos salvar da tempestade que está por vir. Ele nos disse com antecedência - assim como ele disse a Pedro - que ele com certeza cairia - e este episódio parece ser necessário para que Deus "salve-nos de uma maneira tremenda". Contudo, é uma coisa difícil de ser encarada.
 
Mat. 26:75 (Phi) ...e ele [Pedro] saiu e chorou amargamente.
 
Nossa base para nos vangloriarmos - o obra completa de Cristo - agora se tornou o zênite do horror da nossa vergonha. Não há qualquer tipo de desculpa, pois mostramos falta de fé e desobediência, a despeito de todo encorajamento e advertência que nos foram dados. Mas as boas novas - a chama sobrenatural de esperança - é que nossa vergonha será usada para a Sua glória.
 
A VERGONHA DA CONGREGA√á√ĀO
 
Sofonias 2:1-3 (BLH) Pense bem e tome juízo, povo sem-vergonha, antes que vocês sejam levados embora como a palha que desaparece num só dia; antes que a ira furiosa do Deus Eterno caia sobre vocês; antes que chegue o dia da ira do Deus Eterno. Voltem para Deus todos os humildes deste país, todos os que obedecem às leis de Deus façam o que é direito e sejam humildes. Talvez assim vocês escapem do castigo no dia da ira do Deus Eterno.
 
Oséias 5:15-6:2 (RA) Irei [O Senhor], e voltarei para o meu lugar, até que se reconheçam culpados e busquem a minha face; estando eles angustiados... "Vinde, e tornemos para o Senhor, porque ele nos despedaçou, e nos sarará; fez a ferida, e a ligará. Depois de dois dias nos revigorará; ao terceiro dia nos levantará, e viveremos diante dele".
 
D√° para sentir? √Č o sofrimento inacabado do Messias. Deus far√° Sua elei√ß√£o mais vividamente conhecida atrav√©s de tamanha vergonha.
E, se a igreja se afasta de tais riquezas até mesmo agora, então devemos dar boas vindas ao "tratamento" dado por Deus àqueles a quem Ele tanto ama, a ponto de humilhá-los, para depois os exaltar em tempo oportuno. Será que este é o treinamento apropriado para aqueles servos escolhidos para ministrar encorajamento e proteção ao povo a quem Deus tanto ama, ao ponto de humilhá-los para enfim os exaltar nas alturas?
 
Lucas 22:32 (NVI) Mas eu orei por você, para que a sua fé não desfaleça . E quando você se converter, fortaleça os seus irmãos.


www.casadosenhor.com.br
Salvar em PDF
Compartilhar

Estudos Bíblicos. Rádio Web Nova Vida - Bíblia Online

Minist√©rio Internacional Casa do Senhor. © 2003-2018 Todos os direitos reservados. ®