H√° Uma Batalha Na Tua Mente

 

H√Ā UMA BATALHA NA TUA MENTE

 

Muitos crist√£os est√£o perdendo a batalha contra o inimigo nos lugares celestiais, porque ainda n√£o tem ganho a batalha em sua mente. N√£o podemos conquistar as fortalezas espirituais em lugares celestiais, sem que primeiro tenhamos conquistados as fortalezas espirituais que satan√°s tem levantando em nossas mentes.

"Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento (mente) e de todas as tuas forças". Mc 12.30
Para Deus, é muito importante como está a tua mente. Não haverá progresso se nossa mente não se colocar em harmonia com Deus.
De todos os seres criados, o homem √© o √ļnico que tem capacidade de pensar, porque √© o √ļnico que foi feito √† imagem e semelhan√ßa de Deus.

Se desejamos, cumprir este primeiro mandamento, temos que prestar aten√ß√£o √† situa√ß√£o de nossa mente. √Č imposs√≠vel poder amar ao Senhor com toda a nossa mente se uma parte dela, todavia, n√£o se submete √† Sua vontade. "O homem de cora√ß√£o dobre √© inconstante em todos os seus caminhos". Tg. 1.8; outra vers√£o diz: "O homem de mente dobre √© um homem com mente dividida". A inconst√Ęncia espiritual que observamos em muitos crist√£os √© resultado de uma mente dividida. Com uma parte tenta agradar a Deus e, com outra, tem comunh√£o com o sistema deste mundo.

"A vós também que outrora éreis estranhos, e inimigos no entendimento (mente) pelas vossas obras más". Cl. 1.21.
Paulo nos diz claramente nas escrituras que , antes de sermos salvos, nossa mente estava em inimizade com Deus, ao pensar independentemente de Deus.

O que o homem faz é consequência do seu pensamento. "Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente". Gn 6.5.

Embora o homem tenha sido reconciliado com Deus por meio do sangue de Jesus Cristo, precisamos decidir que nossa mente tenha pensamentos que nos levem a manter uma vida de comunh√£o com Deus.
Se queremos agradar a Deus, tem que haver uma transformação em nosso modo de pensar e atuar.

"Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos, e éramos por natureza filhos da ira como também os demais". Ef. 2.3

Temos que entender que a carne por si só não pode fazer nada, sem que primeiro, receba ordem de sua mente, que foi a primeira que desejou e cobiçou.
 

O cristão tem a vantagem de poder controlar seus pensamentos porque tem a sua disposição a vida de Deus, a Palavra e o Espírito Santo. Se tua mente não está em comunhão com Deus, estará em comunhão com o mundo.

"Pensai nas coisas que S√£o de cima, e n√£o nas que s√£o da terra". Cl. 3.2
 

Deus espera que as pessoas que nasceram de novo coloquem sua mente nas coisas do esp√≠rito. √Č o poder da ressurrei√ß√£o em n√≥s que nos capacita a dirigir nossas mentes para as coisas de Deus.
 

Quando a Bíblia diz: pense nas coisas lá de cima, não está dando uma sugestão, mas uma ordem.
 

N√£o vamos controlar nossos desejos e impulsos da carne se primeiro n√£o tivermos o controle dos pensamentos que os ativam.
 

A Bíblia diz como o homem pensa em seu coração indicando que quem controla sua mente terminará controlando também o seu corpo.

Note que n√£o podemos amar a Deus, com o nosso corpo, sem que tenhamos amado com a mente.

"Ora, este é o pacto que farei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor; porei as minhas leis no seu entendimento, e em seu coração as escreverei; Eu serei o seu Deus". Hb 8.10
Hoje vivemos um novo pacto o qual foi instituído com a morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo.
Este pacto é superior ao que foi instituído com Moisés no Sinai, porque promete uma transformação radical na pessoa que aceita.

Esse pacto se realiza à medida que a pessoa permite que Deus coloque Suas leis em nossa mente.
Note como é importante receber a Palavra de Deus em nossa mente para que a mesma seja escrita em nosso coração.

Lembre-se que Deus não faz nada em tua vida que você não deseje.
Quando há uma decisão de colocar a Palavra de Deus em primeiro lugar, Deus a coloca em tua mente e a escreve em seu coração.

Alguns ficam se perguntando: "Será possível que um cristão possa sofrer qualquer influência de santanás em sua vida?".

Há muitos cristão que vivem uma fantasia espiritual dizendo: "Se eu ignorar o diabo, ele vai me ignorar também. Santanás não pode entrar em nosso espírito, mas pode atacar nossa mente", por isto Paulo diz: "Não deis lugar o diabo". Ef 4.27

Tiago diz: "Resisti ao diabo e ele fugirá de vós" . Tg 4.7
Satanás sabe que você jamais negará sua fé no Senhor Jesus Cristo, não pode entrar no seu espírito, por isso, tenta atingir sua mente.
Satan√°s conhece muito bem o funcionamento da mente humana. Sabe que se conseguir manter sua fortaleza na mente do crist√£o, quatro coisas acontecer√£o:


1 - O espírito não tem liberdade de expressão;
2 - A pessoa n√£o tem paz em seu relacionamento e comunh√£o com Deus;
3 - Sua mente ser√° um instrumento para fazer o corpo pecar;
4 - N√£o h√° autoridade espiritual para lutar contra as obras do diabo.

Percebe a import√Ęncia de entender o funcionamento da mente da pessoa que √© nascida de novo?
A mente é o campo principal da batalha dos filhos de Deus, ali se decide a vitória ou a derrota, se caminho em santidade ou caminho na carne, se terá um corpo sadio ou enfermo.
Aquele que ocupa o maior tempo em tua mente, será quem terá controle para levar vantagem em seu reino. Você decide se é Deus ou o diabo.

Por que tenho lutas? Esta é uma das muitas perguntas que muitas pessoas sinceras se fazem, quando descobrem que a vida cristã nem sempre é um jardim de rosas. Às vezes as pessoas não entendem este conflito, e têm optado por separar - se do serviço de Deus, porque satanás tem convencido que não são salvas, porque se fossem salvas não teriam tantas lutas.

Meu prop√≥sito √© conscientiz√°-lo da import√Ęncia de renovar, santificar e ter uma mente de vit√≥ria. Lembre-se que Deus fez todas as provis√Ķes para que n√£o haja derrota em tua vida crist√£.

Voc√™ pode ter vit√≥ria na batalha de tua mente, pois isto foi designado por Deus. Deus deseja que cada um dos Seus filhos tenha uma mente livre de toda influ√™ncia sat√Ęnica, a qual possa ser usada para pensar os pensamentos de Deus.
Os seguidores de Jesus precisam ser encorajados a serem ousados ao enfrentar os inimigos de Deus.
A Bíblia é um livro para todos os momentos da vida.  Ela atende aos interesses do homem em qualquer ocasião.  Conforta os aflitos, sacode os preguiçosos e corrige os pecadores.  Muitos de nós precisamos de todas estas coisas, uma vez ou outra.

Aqueles que desejam agradar a Deus precisam ser encorajados a serem ousados ao enfrentar os inimigos de Deus e seus servos.¬† A B√≠blia oferece a resposta certa.¬† Exemplos e afirma√ß√Ķes, atrav√©s de todo este grande livro, nos recordam que os servos de Deus, no final, vencem todas as guerras.


Jeremias precisou tal encoraja-mento, quando ele começou seu trabalho de pregação ao povo cabeça-dura de Judá.  As palavras de Deus a ele devem fortalecer-nos nestes dias:
"Tu, pois, cinge os teus lombos, disp√Ķe-te e dize-lhes tudo quanto eu te mandar;¬† n√£o te espantes diante deles, para que eu n√£o te infunda espanto na sua presen√ßa.¬† Eis que hoje te ponho por cidade fortificada, por coluna de ferro e por muros de bronze, contra todo o pa√≠s; contra os reis de Jud√°, contra os seus pr√≠ncipes, contra os seus sacerdotes e contra o seu povo.¬† Pelejar√£o contra ti, mas n√£o prevalecer√£o; porque eu sou contigo, diz o Senhor, para te livrar" (Jeremias 1:17-19).


COMO ENFRENTAR AS TRIBULA√á√ēES

TRIBULAÇÃO: Aflição, adversidade moral
 

CRENDO QUE A TRIBULAÇÃO PRODUZ PERSEVERANÇA
E n√£o somente isto, mas tamb√©m nos gloriamos nas tribula√ß√Ķes, sabendo que a tribula√ß√£o produz a paci√™ncia. (Romanos 5. 3)

A palavra ‚Äútribula√ß√£o‚ÄĚ refere-se a todos os tipos de prova√ß√Ķes que podem nos afligir. Isto inclui coisas como necessidades financeiras ou materiais, circunst√Ęncias dif√≠ceis, tristeza, enfermidade, persegui√ß√£o, maus tratos ou solid√£o. Em meio a estas afli√ß√Ķes, a gra√ßa de Deus nos capacita a buscar mais diligentemente a sua face e produz em n√≥s um esp√≠rito e car√°ter perseverantes, que vencem as prova√ß√Ķes e as afli√ß√Ķes da vida. A tribula√ß√£o, ao inv√©s de nos levar ao desespero e √† desesperan√ßa, produz a paci√™ncia.

CRENDO QUE O SENHOR N√ÉO EST√Ā LONGE

Por que, SENHOR, te conservas longe, E te escondes nas horas de tribulação? (Salmos 10. 1)

√Äs vezes, podemos sentir a presen√ßa de Deus que nos abriga como um cobertor quente de amor e prote√ß√£o. Em outras ocasi√Ķes, talvez n√£o sintamos nada sen√£o um sil√™ncio estranho e deprimente. Salmos como esse nos mostram que tais sentimentos de abandono n√£o s√£o incomuns. Mas, como Davi nos faz lembrar em outro texto, podemos ter a certeza de que Deus est√° sempre conosco, n√£o importa como nos sintamos.

ORANDO E CRENDO QUE O SENHOR RESPONDE


O SENHOR te responda no dia da tribulação; o nome do Deus de Jacó te eleve em segurança. Salmos 20. 1

Os salmos 20 e 21 s√£o paralelos. S√£o ora√ß√Ķes a Deus em torno da luta de seus fi√©is contra seus inimigos. O Sl. 20 √© uma ora√ß√£o antes da batalha; o Sl. 21 √© um ato de louvor depois da batalha. Para o crente em Cristo, o Sl. 20 pode ser aplicado √† sua luta espiritual. No presente, batalhamos contra as for√ßas invis√≠veis, por√©m claramente reais, do mal, e ansiamos pela vit√≥ria sobre Satan√°s e os poderes demon√≠acos, e por ficarmos livres da presen√ßa deles.

CRENDO QUE DEUS √Č SOCORRO PRESENTE

Deus √© o nosso ref√ļgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribula√ß√Ķes. (Salmos 46. 1 )

Deus quer estar perto do seu povo e prover-lhe ajuda e consolo. Este salmo evidencia f√© e confian√ßa em Deus, em ocasi√Ķes de instabilidade e inseguran√ßa. (1) ‚Äď Em Deus temos o poder e a capacidade de enfrentar as incertezas e lutas da vida. ‚ÄúRef√ļgio‚ÄĚ fala de abrigo no perigo, mostrando que Deus √© nossa real seguran√ßa nas tormentas da vida (ver Is. 4. 5, 6). ‚ÄúFortaleza‚ÄĚ refere-se √† for√ßa divina na peleja do crente contra seus inimigos (21. 8; √äx. 15. 13) e inclui o poder de Deus que opera em n√≥s (Cl. 1. 29) e nos capacita a vencer os obst√°culos da vida. (2)

Deus √© ‚Äúsocorro bem presente nas tribula√ß√Ķes‚ÄĚ. Ele est√° ao alcance do seu povo e quer que busquemos seu socorro em qualquer momento de necessidade (Hb. 4. 16). Ele √© suficiente em qualquer situa√ß√£o e nunca nos deixa s√≥. Por isso, n√£o precisamos temer.

CRENDO QUE O SENHOR LIVRA 

Na sua aflição, clamaram ao SENHOR, e Ele os livrou da tribulação em que se encontravam. (Salmos 107. 6)

Veja Salmos 107. 6, 10-17, 19, 28. Como √© dif√≠cil passar por momentos assim! Alguns problemas da vida s√£o t√£o s√©rios que n√£o nos deixam apenas tristes ou preocupados, mas profundamente angustiados. Num momento desses, muitas vezes pensamos que Deus n√£o se importa mais conosco e que a nossa dor nunca passar√°, porque n√£o h√° solu√ß√£o para o nosso problema. Leia o texto b√≠blico e descubra li√ß√Ķes importantes que o ajudar√£o a lidar com os momentos de ang√ļstia: (1) ‚Äď Deus sabe que estamos sofrendo e est√° disposto a nos ouvir. Ore e abra o seu cora√ß√£o para o Senhor. (2) ‚Äď Pode ser que voc√™ se sinta culpado (veja os vers√≠culos 11-12). Confesse tudo ao Senhor. Ele o perdoa totalmente. (3) ‚Äď Deus permite momentos de ang√ļstias para o nosso pr√≥prio bem e crescimento. Vemos as coisas com outros olhos depois. (4) ‚Äď Lembre-se que, ainda que demore um pouco, esse momento vai passar. (5) ‚Äď Quatro vezes o salmo afirma: clamaram ao Senhor e Ele os livrou das suas tribula√ß√Ķes (v.6, 13, 19 e 28).

CRENDO QUE DEUS CONSOLA PARA CONSOLARMOS A OUTROS
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das miseric√≥rdias e Deus de toda consola√ß√£o, - que nos consola em todas as nossas tribula√ß√Ķes, para que, com a consola√ß√£o que recebemos de Deus, possamos consolar os que est√£o passando por tribula√ß√Ķes.
II Coríntios 1. 3 e 4
 

Muitos pensam que quando Deus nos consola, nossas dificuldades devem desaparecer. Mas, se fosse sempre assim, as pessoas se voltariam a Deus somente com a inten√ß√£o de serem aliviadas da dor, e n√£o por amor a Ele. Devemos entender que ser ‚Äúconsolado‚ÄĚ pode tamb√©m significar receber for√ßas, encorajamento e esperan√ßa para lidar com as nossas dificuldades. Quanto mais sofremos, mais conforto Deus nos d√°. Se voc√™ estiver se sentindo subjugado, permita que Deus lhe console. Lembre-se de que, a cada prova que enfrentar, voc√™ confortar√° outras pessoas que est√£o sofrendo dificuldades semelhantes √†s suas.
 

SOFRENDO TRIBULA√á√ēES, PARA ENTRAR NO REINO DE DEUS

Eles pregaram as boas novas naquela cidade e fizeram muitos disc√≠pulos. Ent√£o voltaram para Listra, Ic√īnio e Antioquia, - fortalecendo os disc√≠pulos e encorajando-os a permanecer na f√©, dizendo: ‚Äú√Č necess√°rio que passemos por muitas tribula√ß√Ķes para entrarmos no Reino de Deus‚ÄĚ. (Atos 14. 21 e 22)


Aqueles que se dedicam a Cristo como Senhor, e que um dia entrar√£o no Reino do C√©u, h√£o de sofrer ‚Äúmuitas tribula√ß√Ķes‚ÄĚ ao longo do seu caminho. Por viverem em meio a um mundo hostil, t√™m que se engajar na guerra espiritual contra o pecado e o poder de satan√°s (Ef. 6.12; cf. Rm. 8.17; 2 Ts. 1. 4-7; 2 Tm. 2. 12).

Por outro lado, a vida verdadeiramente cristã é uma contínua batalha contra os poderes do mal.

(1) ‚Äď Os que s√£o fi√©is a Cristo, √† sua Palavra e aos caminhos de justi√ßa, ter√£o problemas e afli√ß√Ķes neste mundo (Jo. 16. 33). Somente o ‚Äúcrente‚ÄĚ morno ou de meio termo viver√° em paz com este mundo (cf. Ap. 3. 14-17).

(2) ‚Äď O presente mundo √≠mpio, bem como os falsos crentes, continuar√£o como advers√°rios do evangelho de Cristo at√© quando o Senhor derrubar o sistema maligno deste mundo, na sua vinda (Ap. 19, 20). Entrementes, a esperan√ßa do crente ‚Äúest√° reservada nos c√©us‚ÄĚ (Colossenses 1:5) e est√° ‚Äúj√° prestes para se revelar no √ļltimo tempo‚ÄĚ (1 Pedro 1:5)

Sua esperança não consiste nesta vida, nem neste mundo, mas no aparecimento do seu Salvador para levá-lo para si:

"NÃO se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também." (João 14:1-3)

"Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro." (1 João 3:2-3)

 



www.casadosenhor.com.br
Salvar em PDF
Compartilhar

Estudos Bíblicos. Rádio Web Nova Vida - Bíblia Online

Minist√©rio Internacional Casa do Senhor. © 2003-2018 Todos os direitos reservados. ®